China pede que “certas pessoas” encerrem “alarde maldoso” sobre Peng

Publicado em 23/11/2021 às 12:21

Compartilhe

© REUTERS/Kim Hong-Ji/Direitos Reservados


O Ministério das Relações Exteriores da China disse nesta terça-feira (23) que “certas pessoas” deveriam parar com o “alarde maldoso” e a “politização” da questão da estrela do tênis Peng Shuai, enquanto governos e organizações continuam a questionar sobre o bem-estar da atleta.

O paradeiro de Peng, ex-número um de duplas do mundo, tornou-se uma tema de interesse internacional quase três semanas atrás depois que ela publicou uma mensagem em redes sociais alegando que o ex-vice-premiê chinês Zhang Gaoli a agrediu sexualmente.

Ela reapareceu no final de semana em Pequim e realizou uma videoconferência com Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), no domingo, mas a Associação de Tênis Feminino (WTA) diz que isto não aborda nem alivia as preocupações sobre seu bem-estar.

Alkan Akad, pesquisador da Anistia Internacional na China, também disse à Reuters que a videoconferência fez pouco para apaziguar os temores sobre o bem-estar de Peng e que o COI está entrando em “águas perigosas”.

“Esta não é uma questão diplomática”, disse o porta-voz da chancelaria chinesa, Zhao Lijian, em um briefing de rotina nesta terça-feira (23). “Acredito que todos terão visto que ela participou de algumas atividades públicas recentemente e também realizou uma videoconferência com o presidente Bach, do COI. Espero que certas pessoas parem com o alarde maldoso, sem falar na politização”, afirmou.

Veja também

© Leonardo Moreira/FEC/Direitos Reservados

Fortaleza se classifica para sua primeira Libertadores

© Marcelo Cortes/Flamengo/Direitos Reservados

Vice-campeão Flamengo empata com rebaixado Sport em Recife

© José Tramontina/athletico.com.br/Direitos Reservados

Athletico-PR derrota Cuiabá na Arena da Baixada e se afasta do Z4

107879

Comissão da Câmara faz audiência na quarta sobre piso para enfermagem

© 28/10/2021_Fernando Frazão/Agência Brasil

Covid-19: estado do Rio está com risco muito baixo pela segunda semana

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

Covid-19: Brasil registra 22 milhões de casos e 615,4 mil óbitos

© Carol Morelli/Arquivo Pessoal

Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master

107871

Morre Gulliver, primeiro cachorro de William Bonner e Fátima Bernardes