Cesan implementa robôs e inteligência artificial no combate aos vazamentos de água na Grande Vitória

Publicado em 12/01/2024 às 08:19

Compartilhe

cesan-12-01

A Companhia Espírito-santense de Saneamento (Cesan) inova e dá um salto tecnológico ao anunciar a incorporação de robôs e inteligência artificial na sua estratégia de combate aos vazamentos na Grande Vitória. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (11), pelo governador Renato Casagrande e o presidente da Companhia, Munir Abud. Na ocasião foi feita uma demonstração de como será a operação.

O serviço tem o objetivo de atuar na recuperação, substituição e implantação de novas redes de água, adotando tecnologia de ponta. Essa modernização inclui métodos não destrutivos e o emprego de inteligência artificial na detecção e resolução de vazamentos. Um investimento de cerca de R$ 145 milhões que entra em operação já nos próximos dias.

“São as tecnologias mais avançadas do mundo, destinadas à redução de perdas e ao aumento da vida útil do sistema. Cada metodologia é designada para casos específicos, mas todas com o objetivo de ter uma execução mais rápida, menos poluidora, com menor transtorno à população e melhor custo-benefício”, salientou o governador Renato Casagrande.

Além de minimizar os impactos nas obras de implantação ou substituição de redes, a Cesan tem como meta reduzir o tempo de execução e o custo operacional desses serviços. Os gastos com manutenção de redes representam o terceiro maior custo operacional da empresa, alcançando aproximadamente R$ 40 milhões por ano.

O presidente da Companhia, Munir Abud, destacou que o Espírito Santo sai à frente nesse avanço. “Atualmente, apenas São Paulo, Fortaleza, Bahia, João Pessoa e o Distrito Federal utilizam essa tecnologia. É um passo importante que estamos dando em direção à modernização e eficiência das operações da Cesan, promovendo benefícios diretos para a população ao minimizar transtornos, reduzir custos e agilizar as intervenções nos sistemas de água e esgoto da região”, disse.

A empresa gerencia mais de nove milhões de metros de redes de água e mais de quatro milhões de metros de redes de esgoto em 53 municípios no Espírito Santo, tornando-se um ambiente propício para a implementação da tecnologia não destrutiva na substituição e instalação de novas redes.

Esses novos métodos serão aplicados em áreas de grande movimentação veicular, onde bloquear o trânsito é complexo, como nas avenidas Vitória, Serafim Derenzi, Reta da Penha, entre outras. A implantação será estendida por toda a Grande Vitória, região que concentra o maior número de pessoas atendidas e a maior extensão de redes de grande porte da companhia.

Fonte/ Foto: Governo ES

Veja também

cultura-18-04-ft-div-gov-es

Festival Santa Teresa Gourmet completa dez anos conectando público com gastronomia, música e cultura

geral-18-04-ft-negocio-rural

Fim de semana gelado em Vitória e mais 7 capitais brasileiras

brasil-18-04-ft-flipar

Mulher que levou idoso morto a banco passa por audiência de custódia

geral-18-04-freepik-dinheiro

Senado aprova isenção de IR para quem ganha até dois salários mínimos

turismo-18-04-ft-div-setur

Rota dos Sabores mostra a diversidade gastronômica do Espírito Santo

arte-e-cronica

Crônica: Quais suas prioridades?

policia-17-04-ft-policia-amb

Polícia Ambiental flagra atividades de terraplanagem sem licença ambiental na Região Serrana

brasil-17-04-ft-div-portal-ig

Ministério Publico apura se o PCC está infiltrado na saúde pública de São Paulo