Capela mortuária é fechada em Domingos Martins para construção de cozinha hospitalar

Publicado em 02/02/2023 às 14:31

Compartilhe

Capela

Texto e fotos: Julio Huber

Moradores de Domingos Martins estão sem uma capela mortuária pública para velar seus parentes falecidos. Isso porque, o local historicamente usado para os velórios de moradores de qualquer denominação religiosa, e que ficava no pátio do Hospital Dr. Arthur Gerhardt, foi permanentemente fechado pela Santa Casa de Vitória – entidade que passou a gerir o hospital, desde o último ano.

Presidente da Paróquia e da comunidade da Igreja Luterana da sede do município, Evair Heâncio afirmou que a igreja não foi comunicada sobre o fechamento da capela, e que velórios já tiveram que ser feitos dentro da igreja, prática que não é comum ser realizada pela Igreja Luterana.

“Eu entendo que estamos vivendo outra realidade, e da mesma forma que as igrejas e a comunidade construíram esse hospital, nossos antepassados também construíram essa capela pela necessidade do povo martinense. Nós não fomos comunicados sobre o fechamento da capela. Poderíamos ter sido comunicados, para nos adequarmos, mas isso não aconteceu. Foi uma falha de comunicação”, lamentou Evair.

Ele agradeceu a parceria de a Igreja Católica, que cedeu uma capela para os funerais, no distrito de Santa Isabel, mas acrescentou que alguns membros da comunidade luterana gostariam de velar seus parentes em outro local. “Nos últimos dias faleceram dois membros da nossa igreja e só tinha disponível esse local em Santa Isabel, mas as famílias não aceitaram. Tivemos que velá-los na nossa igreja, e isso não é uma prática habitual”, disse.

Antiga capela será transformada em cozinha e refeitório do hospital

Em uma reunião realizada com moradores e representantes de entidades municipais, na manhã de ontem (1º), o diretor administrativo da Santa Casa de Vitória, Fabrício Gaeede, explicou que o imóvel onde funcionava a capela, e que pertence ao hospital, será transformado na cozinha e no refeitório do hospital. Segundo ele, atualmente as refeições de pacientes e de funcionários são preparadas em uma cozinha do antigo Hotel Imperador. Devido à distância, um veículo exclusivo faz o transporte dos alimentos até o hospital, todos os dias, nos horários das refeições.

“Não podemos manter a cozinha no local onde ela está hoje. Com a construção da cozinha próximo ao hospital, onde era a capela, vamos atender a todas as exigências sanitárias, atender aos nossos pacientes de forma segura, e o local também vai abrigar um refeitório para nossos funcionários”, informou Fabrício.

Segundo ele, será construído um segundo pavimento, que será usado para abrigar outra unidade hospitalar no futuro. O diretor administrativo ainda comentou que quando ocorriam funerais no local, o trânsito de carros e o movimento de pessoas dificultava inclusive o transporte de pacientes por ambulâncias.

“Fizemos a comunicação da desativação da capela por meio dos órgãos responsáveis. Mas, reuniões como esta servem exatamente para aproximar as informações da comunidade. Pedimos desculpas se a informação não chegou a vocês. Temos um compromisso grande com a sociedade e com nossos pacientes, e não poderíamos prorrogar a decisão de construir uma cozinha com todas as normas sanitárias exigidas pelos órgãos competentes”, destacou Fabrício.

Prefeitura busca local para construir nova capela municipal

A Prefeitura de Domingos Martins irá construir uma nova capela mortuária pública para a população. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa, que destacou que o executivo municipal está “buscando alternativas de local, mas ainda não temos como estipular um prazo exato para o início desta construção”, destacou.

“Para que a população não fique desassistida, a Prefeitura fez uma parceria com a Paróquia de Santa Isabel, que gentilmente colocou o espaço da capela mortuária da Igreja Matriz, em Santa Isabel, à disposição para a realização de velórios”.

Os interessados em utilizar o espaço devem procurar a Secretaria de Governo da Prefeitura (gabinete do prefeito), para articulação junto à Igreja Católica. O contato, inclusive aos finais de semana, deve ser feito por meio do telefone: (27) 99837-5693.

Veja também

geral-22-02-agencia-Brasil

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

brasi-22-02-defesa-civil-RS

Bolsa Família antecipa pagamento para municípios do Espírito Santo e Rio Grande do Sul

policia-22-02-gov-es-drones

Drones ampliam a segurança nos complexos prisionais do Espírito Santo

brasil-22-02-freepik-estudante

Caixa anuncia concurso com mais de 4 mil vagas para todo o Brasil

geral-22-02-freepik-estudante

Fies Social financia até 100% de encargos para estudantes de famílias do CAD Único

esporte-22-02-gov-es

Paratleta capixaba representa o Brasil em Mundial de natação na Austrália

policia-21-02-pces

Polícia Civil prende em flagrante suspeito de homicídio em Conceição de Castelo

policia-21-02-mf

Bicicleta e moto são furtadas e um micro-ônibus é arrombado em bairro de Marechal Floriano