Câmara aprova novas regras para autorização de transporte rodoviário

Publicado em 15/12/2021 às 23:20

Compartilhe

© Marcello Casal JrAgência Brasil


A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (15) proposta que altera as regras para autorização de linhas de serviço regular de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros, exigindo capital social mínimo de R$ 2 milhões. Por ter sido modificado pelos deputados, a matéria retorna para análise do Senado.

O texto prevê que a autorização dependerá da comprovação, pelo operador do serviço, de requisitos de acessibilidade, segurança e capacidade técnica, operacional e econômica da empresa, a serem considerados de forma proporcional à especificação do serviço, conforme regulamentação do Poder Executivo.

Pela matéria, continuará a não haver limite para o número de autorizações para esse serviço regular, mas, além da exceção de inviabilidade operacional, são incluídos os casos de inviabilidade técnica e econômica.

O substitutivo revoga a taxa de fiscalização cobrada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), no valor de R$ 1,8 mil por ano e por ônibus registrado pela empresa detentora de autorização ou permissão outorgada pela agência. No caso de ônibus de fretamento, que presta serviços não regulares de transporte, será proibida a venda de bilhete de passagem.

* Com informações da Agência Câmara de Notícias
 

Edição: Fábio Massalli

Veja também

© REUTERS/Nacho Doce/Direitos reservados

Benzema tem residência furtada durante jogo do Real Madrid

© Reprodução Twitter/SE Palmeiras

Mundial de Clubes: Fifa prorroga inscrições e Palmeiras ganha tempo

114061

Justiça libera R$ 1,1 bilhão para quem ganhou processo contra a União

114059

Sistema do Banco Central permite saber se algum banco te deve; entenda

114057

Aniversário de São Paulo: confira o que abre e o que fecha amanhã (25)

Crianca-fica-em-estado-gravissimo-apos-ser-atropelada-e-motorista-nao-presta-socorro

Motorista que atropelou criança em Domingos Martins é liberado após pagar fiança

© Reuters/Yves Herman/Direitos Reservados

Ministro diz que não foi informado de recurso contra nota da Conitec

Clube-do-Livro-retoma-suas-

Clube do Livro retoma suas atividades em Domingos Martins