Cafeicultura brasileira deseja que o mundo demande produtos com mais sustentabilidade

Publicado em 24/05/2023 às 09:08

Compartilhe

sustentabilidade

Foto: Freepik

Promover uma reflexão sobre as tendências regulatórias globais, seu impacto no fluxo do comércio de café e como as associações mundiais estão atuando nesta agenda. Esse é o objetivo do painel: “Associações Globais do Café”, que será realizado no dia 26 de maio, dentro da programação do 9º Coffee Dinner & Summit, realizado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

Segundo Marcos Matos, diretor-geral da entidade, um dos painelistas no evento, que conta com patrocínio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), é necessário, frente às novas regulações dos principais mercados consumidores dos cafés do Brasil, proporcionar o debate das entidades globais do setor e, como maior produtor e exportador, externar o respeito aos critérios ESG da cafeicultura nacional.

“A sustentabilidade é intrínseca à atividade cafeeira brasileira e um pilar de atuação do Cecafé desde sua fundação, tendo sido fortalecido recentemente. Assim, encabeçamos os debates sobre as tendências regulatórias, que têm a União Europeia mais adiantada na implantação, seguida pelos Estados Unidos. Por isso traremos representantes de grandes indústrias e associações da Europa e norte-americanos, com os quais possuímos fortes laços, para debater como podemos trabalhar juntos, além de contarmos com a participação da Organização Internacional do Café (OIC), que tem papel fundamental na conexão de países produtores e exportadores”, comenta.

O diretor do Cecafé revela que a intenção dessas discussões é trazer atualizações dos trâmites a respeito dessas regulações no cenário internacional e, ao mesmo tempo, apresentar a evolução da cafeicultura brasileira, que já tem potencial para atender a todas as novas demandas legais que emergem.

“Temos intensificado nossa atuação para evidenciar a sustentabilidade e o respeito aos critérios da governança socioambiental da atividade cafeeira no Brasil, mostrando os trabalhos realizados no país, a legislação existente e o salto em qualidade e sustentabilidade, que proporcionaram significativa evolução social e ambiental dos nossos cafés nas últimas décadas”, anota.

Ele completa que, no Brasil, onde há café, há preservação e respeito ao meio ambiente, condições dignas de vida aos produtores e trabalhadores e que avanços no segmento são sempre bem-vindos, desde que observados os argumentos de todos os envolvidos, da produção à exportação.

“Somos favoráveis que o mundo demande produtos com essa responsabilidade sustentável e, por isso, trabalhamos para que essas novas regras sejam fortalecedoras do processo de sustentabilidade, de mais progresso no campo e não resultem em exclusão social ou perdas”, conclui.

William “Bill” Murray, presidente e CEO da National Coffee Association (NCA), dos Estados Unidos, que também será painelista no evento, reforça a importância de se dar o devido destaque aos cafeicultores mundiais. “Todos os elos dependem da cadeia de abastecimento global do café. É mais importante do que nunca trabalharmos juntos para que as novas regulações emergentes garantam um futuro crescente e sustentável para o segmento”, destaca.

O secretário-geral da Swiss Coffee Trade Association (SCTA), Michael Von Luehrte, acrescenta que, para lidar com a crescente pressão legislativa, as associações cafeeiras globais concordaram em coordenar a coleta de mensagens, dados e fatos para que se possa ajudar a educar o público e os legisladores sobre as complexidades, problemas e esforços existentes para melhorar os meios de subsistência dos produtores.

“Sem produção, não há comércio ou consumo, por isso todos nós, setor privado, sociedade civil, academia e governos, temos que trabalhar juntos, de forma colaborativa, para impulsionar a melhoria contínua, tendo atenção especial sobre mudanças climáticas e segurança alimentar”, conclui.

Além de Matos, Murray e Von Luehrte, o painel “Associações Globais do Café”, do 9º Coffee Dinner & Summit, contará com as contribuições de Eileen Gordon, secretária executiva da European Coffee Federation (ECF); Cyrille Janet, vice-presidente da SCTA; Hannelore Beerlandt, consultora da Comissão Europeia em matéria de produtos de base globais, em especial, café; e de Vanusia Nogueira, diretora executiva da OIC.

COFFEE DINNER & SUMMIT – Realizado pelo Cecafé, o evento se destaca como um dos principais fóruns globais do setor cafeeiro, reunindo, a cada dois anos, cerca de mil pessoas e líderes de todos os segmentos da cafeicultura brasileira e mundial para promover a prospecção de negócios, criar oportunidades comerciais, compartilhar experiências e fazer networking, aproximando players do agronegócio e apaixonados pelo café.

Sob o tema “Crescimento da produção: seus desafios e oportunidades em tempos de ESG”, a nona edição do Coffee Dinner & Summit tem por objetivo promover o debate e a reflexão a respeito dos desafios econômicos, climáticos, regulatórios, logísticos e, principalmente, sobre as iniciativas sustentáveis desenvolvidas pelo Brasil e demais nações cafeeiras, as quais respeitam os critérios da governança socioambiental.

EVENTO CARBONO ZERO Honrando seu pilar de atuação voltado a responsabilidade socioambiental, sustentabilidade e segurança alimentar, o Cecafé obteve o Selo Verde da startup de reflorestamento Ecooar Biodiversidade para neutralizar a emissão de gases de efeito estufa (GEE) com a realização do 9º Coffee Dinner & Summit.

Através do cálculo das emissões de carbono geradas nos dois dias do evento, o Conselho compensou mais de 2,5 toneladas de CO2 através do plantio de árvores nativas, contribuindo para o reflorestamento de Áreas de Preservação Permanente (APP) na Fazenda Santa Emília, produtora de café em Garça (SP), onde a regeneração do meio ambiente e a preservação das águas de nascentes beneficiam, direta e indiretamente, cerca de um milhão de pessoas nas 62 cidades da região.

SERVIÇO

9º Coffee Dinner & Summit

Fonte: Cecafé

Veja também

policia-29-02-IG-Reproducao-Instagram

Suspeito de desmanchar carro usado no Caso Marielle é preso pela Polícia Federal

saude-29-02-freepik-mulher-gripe

Saiba a diferença entre os sintomas da dengue e da Covid-19

policia-29-02-Marcelo-Camargo-Agencia-Brasil

Polícia Federal prende mais três suspeitos em nova fase da operação Lesa Pátria

policia-29-02-pm-capa

Polícia Militar prende suspeitos de tráfico de drogas e encontra um pé de maconha em Domingos Martins

geral-28-02-alfredo-chaves-estradas

Estradas precárias em Alfredo Chaves dificultam acesso de moradores a serviços básicos

saude-28-02-PMMF-vacinacao

Marechal Floriano inicia vacinação contra a dengue para crianças de 10 e 11 anos

brasil-28-02-ag-brasil-Juca-Varella

Ministério da Educação divulgou a segunda chamada do Prouni

turismo-28-02-PMDM-pascoa

Coelhinho chega neste final de semana para inaugurar a Festa da Páscoa em Domingos Martins