Cachorro não aceita ser pego e só vai se for de ‘elevador’

Publicado em 03/11/2021 às 14:20

Compartilhe

103262


source
Serena e Madi, em um dos momentos em que a Chihuahua se deixou pegar no colo
Serena Hodson/Artivo Pessoal

Serena e Madi, em um dos momentos em que a Chihuahua se deixou pegar no colo

Madi é uma cachorrinha de 11 anos com uma personalidade forte, que deixa bem claro para todos aquilo que ela quer e, principalmente, o que não quer. A Chihuahua é a cachorrinha de estimação de Serena Hodson, de San Diego, Califórnia (EUA) e, como conta a tutora, a pet ama receber todos os carinhos possíveis, mas quando não quer ser tocada, ela não quer ser tocada por ninguém mesmo.

“Ela é muito particular e só gosta de algumas pessoas selecionadas na vida dela”, disse Serena, ao The Dodo. “Num segundo ela é fofa e quer todos os abraços do mundo, e no próximo segundo ela não quer absolutamente nada com você. Ela é muito atrevida e terá uma atitude se algo não for do jeito dela!”.

O maior problema em relação a Madi é que, por conta do tamanho minúsculo da cachorrinha, é quase impossível não a pegar nos braços vez ou outra e não é sempre que o humor dela permite que isso aconteça. A cadela adora ficar ao lado da tutora na cama e no sofá, mas quando é para descer ou subir ela não consegue fazer sozinha.

No início, Serena usava um cobertor para por cima de Madi e evitar ser mordida e isso, segundo ela, era de partir o coração. Até que um dia o pai de Serena surgiu com um novo método para lidar com a cachorrinha de temperamento forte: o método do elevador.

Desde então, sempre que Madi quiser ir para a cama ou para o sofá, a tutora só precisa colocar um travesseiro no chão para que ela possa subir, sendo levada para onde quiser, como um elevador.

Leia Também

@simpingforpudgy

This is a system Madi and I developed because she doesn’t love being carried all the time. We call it ✨elevator✨

♬ Aesthetic – Xilo

“É engraçado porque Madi não sabe nenhum truque ou mesmo como se sentar no comando, mas de alguma forma ele [o pai] foi capaz de se comunicar com ela que se ela quisesse se levantar no sofá ou na cama, ela precisava se sentar no travesseiro para ser levantada”, disse Serena. “É muito fofo, porque ela fica muito animada ao ser levantada e vai andar pela sala porque não consegue controlar sua empolgação”.

Serena conta que, às vezes, consegue segurar Madi nos braços, se não a deixar muito no alto, depois que descobriram a técnica do elevador a cachorra ficou muito mais tranquila em segurada, por algum tempo.

Madi é uma cadela minúscula com uma personalidade enorme e, embora ela seja definitivamente mal-humorada, a família não a aceitaria de outra maneira.

@simpingforpudgy

Reply to @777onmywayup elevator part 2… Madi doesn’t know any tricks or even how to sit on command and we somehow developed this system together🥺

♬ Hide and Seek – Shane Ivers


Fonte: IG PET

Veja também

© Washington Alves/COB/Direitos Reservados

Basquete: Brasil derrota Chile nas Eliminatórias da Copa do Mundo

© Marcello Casal JrAgência Brasil

Covid-19: ministro anuncia proibição de voos oriundos de seis países

© Felipe Oliveira/EC Bahia/Direitos Reservados

Brasileiro: Bahia derrota Grêmio por 3 a 1 e deixa Z4

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério

© Fernando Brito/MS

Fiocruz pede inclusão de BioManguinhos como produtor de IFA nacional

106933

Chineses ignoram governo e usam criptomoedas para mandar dinheiro para o Japão

106931

INSS: Normas temporárias para concessão de auxílio é constitucional, decide STF

106929

Campos Neto diz que inflação vai melhorar a partir de 2022