Bolsa começa a semana em forte alta e dólar sobe para R$ 5,68

Publicado em 01/11/2021 às 14:20

Compartilhe

103044


source
Bolsa de Valores começa a semana em alta
Fernanda Capelli

Bolsa de Valores começa a semana em alta

A Bolsa tem forte alta e o dólar se valoriza ante o real nesta segunda-feira. A semana do mercado promete ser agitada, com a reunião de política monetária do Federal Reserve, Banco Central americano, e a divulgação da ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que decidiu pelo aumento da Selic em 1,5 ponto percentual, além de novos balanços corporativos.

Por volta de 12h30, o índice Ibovespa subia 1,5%, aos 105.105 pontos, recuperando em parte as perdas vistas na sexta-feira. O pregão deve contar com menor liquidez devido ao feriado de Finados nesta terça feira.

No mesmo horário, a moeda americana tinha alta de 0,67%, negociada a R$5,6856.

No caso americano, a expectativa é saber se o Fed irá anunciar o início da retirada de estímulos, o chamado tapering, o que deve influenciar nos mercados globais, especialmente os emergentes, como é o caso brasileiro.

Sobre o Copom, os investidores estarão atentos a qualquer nova sinalização sobre o ritmo da alta de juros nas próximas reuniões depois que o BC se viu obrigado a elevar ainda mais o aperto monetário por causa dos riscos fiscais.

E por falar neles, está prevista para esta semana a votação da proposta de emenda à Constituição (PEC) dos precatórios.

A proposta é fundamental para o governo, pois abre espaço no Orçamento de 2022 para o pagamento do Auxílio Brasil e ainda estabelece mudanças na regra do teto de gastos.

Leia Também

A indefinição sobre a PEC e a respeito dos gastos públicos no ano que vem pesa sobre os negócios há semanas.

No Boletim Focus, relatório semanal divulgado pelo BC com as expectativas de agentes de mercado, houve nova revisão para cima da Selic.

A expectativa é de que a inflação, medida pelo IPCA, feche 2021 em 9,17%, sendo que há um mês, a estimativa era de 8,51%.

Essa é a trigésima semana consecutiva em que o mercado projeta elevação da inflação.

As perspectivas de crescimento da economia também se deterioraram. Para 2022, a projeção de crescimento do PIB caiu para 1,20%, ante 1,40% na última semana – já são quatro semanas de queda. Em 2021, a estimativa para o crescimento da economica é de 4,94%.

Os agentes de mercado também monitoram o andamento da greve dos caminhoneiros, que foi convocada para esta segunda-feira.

Veja também

© Leonardo Moreira/FEC/Direitos Reservados

Fortaleza se classifica para sua primeira Libertadores

© Marcelo Cortes/Flamengo/Direitos Reservados

Vice-campeão Flamengo empata com rebaixado Sport em Recife

© José Tramontina/athletico.com.br/Direitos Reservados

Athletico-PR derrota Cuiabá na Arena da Baixada e se afasta do Z4

107879

Comissão da Câmara faz audiência na quarta sobre piso para enfermagem

© 28/10/2021_Fernando Frazão/Agência Brasil

Covid-19: estado do Rio está com risco muito baixo pela segunda semana

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

Covid-19: Brasil registra 22 milhões de casos e 615,4 mil óbitos

© Carol Morelli/Arquivo Pessoal

Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master

107871

Morre Gulliver, primeiro cachorro de William Bonner e Fátima Bernardes