Boletim Economia do Turismo no Espírito Santo: Setur espera crescimento contínuo para próximos anos

Publicado em 12/07/2023 às 09:29

Compartilhe

boletim-turismo

O Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), a Secretaria do Turismo (Setur) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) lançaram, nesta terça-feira (11), o Boletim Economia do Turismo no Espírito Santo, com a mensuração de dados e informações das atividades econômicas, geração da renda, número de postos de trabalho, remuneração média dos trabalhadores, entre outros indicadores ligados ao turismo no contexto capixaba.

De acordo com o levantamento, no 1º trimestre de 2023, as atividades turísticas no Espírito Santo cresceram +2,0% na comparação com o trimestre imediatamente anterior, segunda variação positiva consecutiva. A atividade turística no Espírito Santo acumulou nos últimos quatro trimestres alta de +17,0%, o que demonstra que a atividade turística permanece crescendo, mesmo após a queda na atividade em 2020 e início de 2021, em virtude da pandemia da Covid-19.

“O saldo das atividades características do turismo no Espírito Santo é positivo. O rendimento médio dos trabalhadores e a geração de empregos seguem com tendência de crescimento, mas outros desafios ainda demandam atenção da Secretaria do Turismo, que está comprometida em elevar as posições do Estado na liderança do ranking nacional”, apontou o secretário de Estado do Turismo, Weverson Meireles.

O diretor-presidente do Instituto Jones dos Santos Neves, Pablo Lira, também destacou o crescimento do turismo no Estado. “No ranking que mede a variação do volume da atividade turística entre as unidades da federação, o Espírito Santo se manteve no grupo dos estados que registraram crescimento, ficando na 10ª posição, na comparação interanual”, explicou.

Levando em consideração as especificidades da economia do Espírito Santo, os indicadores selecionados para o Boletim, de publicação trimestral, vão permitir o monitoramento das atividades e fornecer bases mais seguras para a análise e o desenvolvimento de políticas públicas direcionadas ao setor.

Emprego e renda

No 1º trimestre deste ano, foram criados 451 novos postos de trabalho celetista nas Atividades Características do Turismo (ACTs). Os vínculos estão concentrados, a maioria deles, no segmento de Transporte, que gerou 454 novos postos com carteira assinada. Em contrapartida, o segmento Alojamentos apresentou decréscimo de 156 vínculos formais.

No Espírito Santo, 8,6% das pessoas ocupadas no mercado de trabalho exercem funções nas ACTs, a maioria atuando na área de Alimentação (87,5 mil) e de Transporte (54,5 mil). Somados, esses segmentos representam 84,3% das pessoas ocupadas no setor.

Do total de pessoas que atuam nas atividades ligadas ao turismo, 67,7% estão em trabalhos formais e 32,3% estão ocupadas de maneira informal. Os segmentos Atividades culturais e desportivas e Alimentação apresentam as maiores taxas de informalidade, com 51,8% e 41,0%, respectivamente.

“A taxa de informalidade das ACTs permanece caindo, desde o 3º trimestre de 2021, quando registrou o maior valor e já se apresenta bem próxima à estimada para as demais atividades econômicas”, destacou o diretor de Integração e Projetos Especiais do Instituto Jones dos Santos Neves, Antonio Ricardo da Rocha.

Já a média de rendimento no setor é de R$ 2.473,66, no 1º trimestre de 2023, totalizando R$ 407,59 milhões da massa de rendimento. Os segmentos Outras atividades e Atividades culturais e desportivas são os com maior rendimento médio, R$ 4.313,82 e R$ 3.031,24, respectivamente. Já o menor é o segmento de Alimentação, com rendimento médio de R$ 1.844,69.

Dos 78 municípios capixabas, 37 registraram geração de empregos nas ACTs no 1º trimestre deste ano. Quando analisado por região turística, o maior saldo líquido no trimestre foi na Região Doce Pontões Capixaba, com a geração de +223 postos de trabalho no trimestre, seguido pela Região Caminhos do Café, Pedras e Cachoeiras (+205) e Região Sul Capixaba dos Vales e Café (+202).

No acumulado dos últimos quatro trimestres, as regiões com maior geração de postos de trabalho celetista foi a Região Metropolitana (+1.671), seguido pela Região Doce Pontões Capixaba (+674).

O Boletim Economia do Turismo – 1º trimestre de 2023 pode ser acessado na íntegra em: https://ijsn.es.gov.br/publicacoes/boletins/economia-do-turismo

Fonte: Governo ES

Veja também

geral-22-02-agencia-Brasil

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

brasi-22-02-defesa-civil-RS

Bolsa Família antecipa pagamento para municípios do Espírito Santo e Rio Grande do Sul

policia-22-02-gov-es-drones

Drones ampliam a segurança nos complexos prisionais do Espírito Santo

brasil-22-02-freepik-estudante

Caixa anuncia concurso com mais de 4 mil vagas para todo o Brasil

geral-22-02-freepik-estudante

Fies Social financia até 100% de encargos para estudantes de famílias do CAD Único

esporte-22-02-gov-es

Paratleta capixaba representa o Brasil em Mundial de natação na Austrália

policia-21-02-pces

Polícia Civil prende em flagrante suspeito de homicídio em Conceição de Castelo

policia-21-02-mf

Bicicleta e moto são furtadas e um micro-ônibus é arrombado em bairro de Marechal Floriano