Boletim da Conab indica nova queda de preços das hortaliças

Publicado em 19/09/2022 às 09:54

Compartilhe

Boletim-da-Conab-indica-nova-queda-de-precos-das-hortalicas

Foto: Roberly Pereira

O movimento de queda nos preços das hortaliças segue firme nos mercados atacadistas do país. De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), alface, batata, cenoura e tomate apresentaram cotações ainda mais baixas, na comparação entre julho e agosto deste ano, na maioria das Centrais de Abastecimento analisadas. As informações estão no 9º Boletim do Programa Brasileiro de Modernização do Mercado Hortigranjeiro (Prohort), divulgado pela estatal na última quinta-feira (15).

A queda só não é mantida em relação ao preço da cebola, que continua apresentando aumento nas cotações dos mercados atacadistas. O preço médio ponderado do produto aumentou cerca de 12%. Neste período, a região Sudeste figura como principal abastecedora (quase 50%), seguida do Centro-Oeste (25%) e do Nordeste (15%). A alta atípica de preços neste ano pode ser atribuída, em grande parte, à performance da produção nordestina, que está abaixo do esperado.

FRUTAS – Em agosto, dentre as frutas analisadas, a melancia teve destaque de baixa nos preços. De acordo com o Boletim Prohort, houve maior comercialização do produto e queda das cotações na maior parte dos entrepostos atacadistas, com a produção concentrada em Ceres/GO e no centro-oeste do Tocantins. O calor e a demanda retraída tiveram grande influência nesse resultado.

No caso da maçã, a relação foi inversa, apresentando alta em todos os mercados em função dos problemas na última safra, afetada pela seca na região sul. Para o próximo mês, no caso da laranja, é prevista uma leve pressão para a elevação nas cotações, devido à absorção industrial para produção de suco feita pela indústria paulista. Já para outras frutas como banana e mamão não há uma tendência de movimento uniforme.

CEASA RS – Uma novidade apresentada nesta edição do Boletim Prohort foi a inclusão da Ceasa de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, entre as centrais analisadas. A formação de novas parcerias amplia o universo de análises da Conab e oferece um panorama ainda mais abrangente do setor. Todas as informações contidas neste estudo foram apuradas com base nos preços das Centrais de Abastecimento localizadas em São Paulo/SP, Belo Horizonte/MG, Rio de Janeiro/RJ, Cariacica/ES, Curitiba/PR, Goiânia/GO, Brasília/DF, Recife/PE, Fortaleza/CE, Rio Branco/AC e Porto Alegre/RS. A íntegra do 9º Boletim Prohort pode ser acessada no Portal da Conab.

Confira ainda os preços diários dos produtos hortigranjeiros nas Centrais de Abastecimento das capitais e do interior do país por meio do Aplicativo Prohort Ceasas, gratuito para uso em celular ou smartphones e disponível para download nas lojas oficiais de aplicativos para o sistema operacional Android e IOS.

Fonte: Conab

Veja também

agricultura-familiar

Governo e Assembleia anunciam investimento de R$5 milhões na Agricultura Familiar

Cooperativas-de-seringalistas-debatem-desafios-da-producao-de-borracha-no-ES

Cooperativas de seringalistas debatem desafios da produção de borracha no ES

Governador-anuncia-mais-66-novos-onibus-climatizados-para-o-Transcol

Governador anuncia mais 66 novos ônibus climatizados para o Transcol

sustentabilidade-es

Projeto Semeando com Sustentabilidade receberá investimento três vezes maior

inovacoes-es

Governo do Estado apresenta ações inovadoras durante o ESX 2024

fevesu-24

Favesu 2024 leva conhecimento sobre avicultura e suinocultura a milhares de participantes

brasil-14-06-ft-Rovena-Rosa

FAB encerra neste sábado recebimento de doações ao Rio Grande do Sul

esportes-14-06-ft-go-es

Paratleta capixaba conquista prata no World Series de natação na França