Basquete: seleção feminina busca vaga no Mundial de 2022

Publicado em 24/11/2021 às 21:51

Compartilhe

© Divulgação/FIBA/Direitos Reservados


A seleção brasileira de basquete feminino já sabe qual será o seu caminho em busca de uma vaga para o Mundial de 2022, na Austrália. Após sorteio realizado pela Fiba (Federação Internacional de Basquete) na última terça-feira (23), foi definido que o Brasil enfrentará a Austrália, a anfitriã Sérvia e a Coreia do Sul entre os dias 10 e 13 de fevereiro.

Como a Austrália já tem vaga garantida, por ser sede do Mundial, Brasil, Sérvia e Coreia do Sul brigam por duas vagas.

“Esta é uma fase em que todas as equipes chegaram com méritos, tornando muito competitivo todos os grupos. Jogar com a Sérvia, atual campeã europeia, como sede, faz com que o grau de dificuldade seja elevado. A Austrália já classificada, por ser sede do Mundial no ano seguinte, e a segunda melhor equipe ranqueada do torneio, também tem seu favoritismo. A Coreia é a equipe que temos que vencer. Vai ser a primeira vez que enfrentaremos uma equipe asiática e vamos estudar ao máximo para estarmos o melhor preparados possível para essa partida. Enfim, acredito muito na capacidade da nossa equipe em superar essas dificuldades e classificar para o Mundial”, declarou o técnico José Neto após o sorteio.

Para buscar a vaga no Mundial, o Brasil inicia sua preparação no dia 21 de janeiro, com treinos ainda em solo brasileiro.

Edição: Fábio Lisboa

Veja também

© Leonardo Moreira/FEC/Direitos Reservados

Fortaleza se classifica para sua primeira Libertadores

© Marcelo Cortes/Flamengo/Direitos Reservados

Vice-campeão Flamengo empata com rebaixado Sport em Recife

© José Tramontina/athletico.com.br/Direitos Reservados

Athletico-PR derrota Cuiabá na Arena da Baixada e se afasta do Z4

107879

Comissão da Câmara faz audiência na quarta sobre piso para enfermagem

© 28/10/2021_Fernando Frazão/Agência Brasil

Covid-19: estado do Rio está com risco muito baixo pela segunda semana

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

Covid-19: Brasil registra 22 milhões de casos e 615,4 mil óbitos

© Carol Morelli/Arquivo Pessoal

Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master

107871

Morre Gulliver, primeiro cachorro de William Bonner e Fátima Bernardes