Baía de Guanabara: buscas por desaparecidos em naufrágio continuam

Publicado em 07/02/2023 às 16:47

Compartilhe

Baia-de-Guanabara

Fábio Dantas Soares, 46, e Isabel Cristina de Souza Borges, 38, estavam na embarcação que afundou e ainda não foram localizados

O Corpo de Bombeiros continua, na manhã desta terça-feira (7), com as buscas por desaparecidos do naufrágio na Baía de Guanabara . O trabalho dos militares começou na tarde de domingo (5), quando o acidente aconteceu, e seguiu ininterrupto, com revezamento durante a noite e madrugada.

Até o momento, seis corpos foram localizados pelas equipes. A embarcação transportava 14 passageiros, dos quais seis foram resgatados com vida. Um homem e uma mulher ainda não foram encontrados.

As buscas seguem com mais de 50 militares, entre guarda-vidas e mergulhadores, com apoio de lanchas, motos aquáticas, botes e aeronaves.

Os bombeiros esperam localizar Fábio Dantas Soares, de 46 anos, e Isabel Cristina de Souza Borges, 38. Eles estavam junto com os outros em uma traineira que saiu da Ilha do Governador, na Zona Norte, com direção à Ilha da Jurabaíba, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. O barco com as vítimas virou, na altura da Ilha de Paquetá, por conta do mau tempo que atingiu a cidade do Rio no domingo.

Os passageiros eram todos amigos e dividiram os custos do passeio. Os mortos foram localizados entre a noite de domingo e a manhã de segunda-feira (6), e maioria deles estava dentro da embarcação. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) Afrânio Peixoto, no Centro, onde foram identificados por meio de exame de papiloscopia como sendo de Juliana Gomes de Lana da Silva, 35 anos; Everson Costa de Assunção, 45 anos; Evandro José de Sena, 55 anos; Michele Bayerl de Moraes de Sena, 43 anos; Eduardo Borges da Silva Correa, 14 anos; e de Caio Gomes da Silva, de 3 anos.

“O Corpo de Bombeiros vem atuando desde o final da tarde de domingo na ocorrência do acidente náutico na Baía de Guanabara. A gente já encontrou seis vítimas, infelizmente, sem vida. Cinco delas, no interior da própria embarcação e uma próxima à região da Ponte Rio-Niterói. Ainda restam dois desaparecidos, uma vítima do sexo feminino e uma vítima do sexo masculino (…) O trabalho de buscas continua, a gente não têm previsão de término e ele está se estendendo por toda a região da Baía de Guanabara, para que a gente possa encontrar o quanto antes essas duas vítimas”, afirmou o porta-voz do Corpo de Bombeiros ,major Fábio Contreiras.

Um cachorro também morreu no naufrágio. Além deles, foram resgatados com vida Ana Paula de Souza, 46; Marcos Paulo da Silva Correia, 45; Ana Nilda dos Santos Soares, 43; Eric Pereira da Silva, 38; Caíque Gomes da Silva, 10; e Cauã Gomes da Silva, 14. Os sobreviventes foram encaminhados para o Coordenação de Emergência Regional (CER) da Ilha do Governador, onde foram atendidos e receberam alta.

Na tarde de ontem, o Corpo de Bombeiros retirou do mar a embarcação e a levou à Capitania dos Portos, para passar por perícia. “A gente já conseguiu desvirar a embarcação, já içamos e já entregamos a embarcação aos cuidados da Capitania dos Portos, descartando qualquer possibilidade de a gente encontrar outra vítima no interior da embarcação”, disse o major.

A Marinha do Brasil informou que vai apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades do naufrágio. Após uma análise prévia da instituição, não foi verificado indício de poluição hídrica na região onde o barco virou.

A 37ª DP (Ilha do Governador) também instaurou um inquérito para ouvir testemunhas, sobreviventes e o comandante da traineira para analisar se houve negligência, imprudência ou imperícia. O comandante da embarcação era Marcos Paulo da Silva, que conseguiu se salvar. Ele será o primeiro a ser ouvido pela Polícia Civil, ainda esta semana. O homem perdeu o filho Eduardo no acidente.

Segundo o pai de Everson, que morreu no naufrágio, a esposa dele, que também estava na traineira, contou que ninguém usava coletes salva-vidas e que o marido morreu tentando salvar outros passageiros.

Os sepultamentes de Everson, Juliana e Caio acontecem, respectivamente, às 14h, 14h30 e 15h, no Cemitério da Cacuia, na Ilha do Governador. Ainda não há informações sobre os enterros das outras vítimas.

Fonte: Portal iG

Veja também

cultura-18-04-ft-div-gov-es

Festival Santa Teresa Gourmet completa dez anos conectando público com gastronomia, música e cultura

geral-18-04-ft-negocio-rural

Fim de semana gelado em Vitória e mais 7 capitais brasileiras

brasil-18-04-ft-flipar

Mulher que levou idoso morto a banco passa por audiência de custódia

geral-18-04-freepik-dinheiro

Senado aprova isenção de IR para quem ganha até dois salários mínimos

turismo-18-04-ft-div-setur

Rota dos Sabores mostra a diversidade gastronômica do Espírito Santo

arte-e-cronica

Crônica: Quais suas prioridades?

policia-17-04-ft-policia-amb

Polícia Ambiental flagra atividades de terraplanagem sem licença ambiental na Região Serrana

brasil-17-04-ft-div-portal-ig

Ministério Publico apura se o PCC está infiltrado na saúde pública de São Paulo