Auxílio Brasil: Roma confirma que vacinação e frequência escolar são exigências

Publicado em 17/11/2021 às 07:50

Compartilhe

105447


source
Auxílio Brasil
Divulgação/Ministério da Cidadania

Auxílio Brasil

Após a divulgação de que o governo não exigiria a vacinação como critério para a concessão e pagamento do Auxílio Brasil, o Ministério da Cidadania informou ao EXTRA, nesta terça-feira (dia 16), que a vacinação para crianças e a frequência escolar continuarão sendo exigidos para as famílias beneficiárias do Auxílio Brasil, programa que vai substituir o Bolsa Família. Segundo a pasta, “os acompanhamentos da vacinação infantil e da frequência escolar, presentes no Programa Bolsa Família, foram mantidos no Auxílio Brasil, conforme determinam a Medida Provisória nº. 1.061/2021 e o Decreto 10.852/2021, que instituíram e regulamentaram o novo programa”.

O ministério lembrou que a checagem dos condicionantes do programa está suspensa por 180 dias após o governo publicar uma portaria que impede o corte do benefício neste período por descumprimento das condicionantes.

As pessoas beneficiadas pelo Programa Bolsa Família (PBF) no mês passado serão atendidas automaticamente, portanto, não há necessidade de recadastramento. Neste mês, aproximadamente 14,5 milhões de famílias serão atendidas. No Auxílio Brasil, por exemplo, serão priorizadas famílias a partir de critérios baseados num conjunto de indicadores sociais.

A Caixa Econômica Federal lançou o aplicativo do Auxílio Brasil , programa que substitui o Bolsa Família e que começa a ser depositado nesta quarta-feira (dia 17), seguindo o mesmo calendário e atendendo o mesmo número de pessoas do Bolsa Família.

O pagamento vai se limitar ao número de benefíciários do Bolsa Família, atualmente em 14,6 milhões de pessoas. O valor médio do benefício do Auxílio Brasil será corrigido em 17,84% em novembro, mas a ampliação do número de beneficiados está prevista somente para o mês de dezembro — quando novas famílias serão incorporadas. O valor médio do Auxílio Brasil será de R$ 217,18 em novembro.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, os cartões e as senhas utilizados para saque do Bolsa Família continuarão válidos e poderão ser utilizados para o recebimento do Auxílio Brasil.

Leia Também

Veja também

mundo-13-06-ft-reproducao-internet

Ferida no Líbano diz ter deixado o Brasil após agressão do marido

politica-13-06-Alex-Ferreira-Camara-dos-Deputados

PL que iguala aborto a homicídio tem 78% de rejeição no site da Câmara

policia-13-06-ft-policia-civi-MF-roubo-casal

Casal detido em Marechal Floriano disse que anjo os orientou a praticar furtos em residências

saude-13-06-ft-sesa

Hospital Estadual Central recebe placa comemorativa do selo Diamond pela excelência no tratamento do AVC 

politica-13-06-Helio-Filho-Secom

Armazéns do Porto de Vitória ganham projeto de requalificação

esporte-13-06-ft-gov-es-selecao-capixaba-handebol

Seleção capixaba de handebol disputa Campeonato Brasileiro Cadete

cultura-13-06-ft-gov-es

VII Festival de Leituras Dramáticas Capixabas agita Cachoeiro

saude-13-06-ft-Criar-Comunicacao-Integrada-medico

Mais de 50 médicos do Espírito Santo respondem por processo no CRM