Atualização sobre casos de dengue no Espírito Santo e Marechal Floriano

Publicado em 31/03/2023 às 16:12

Compartilhe

Close-up of mosquito sucking blood from human arm.

Imagem de jcomp no Freepik

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou dados atualizados sobre a situação dos casos de Dengue no Estado em seu boletim epidemiológico nº 11. As informações   foram atualizadas pela última vez em 24/03 e abrangem o período entre 01/01/23 até 18/03/23.

55.425 é o total de casos notificados de dengue em todo o território espírito santense, com incidência de 1.379,19 casos por 100 mil habitantes. Até o momento já foram confirmados 16 óbitos por dengue.

Em relação a Marechal Floriano, de 01 de janeiro até a manhã da última quarta-feira (29/03), foram notificados 56 casos da doença. Desse total, 15 casos foram confirmados, 24 descartados para dengue e os demais seguem em investigação.

O melhor método para o controle do mosquito Aedes aegypti é a eliminação ou remanejamento dos criadouros do inseto espalhados por diversos ambientes, desde residências a pontos comerciais. Quando essa medida de controle mecânico é insuficiente, então os Agentes de Endemias utilizam o tratamento químico como recurso de controle adicional.

Para o combate às larvas do mosquito, os agentes utilizam o larvicida biológico Espinosade, derivado da fermentação biológica da bactéria Saccharopolyspora spinosa e que atua no sistema nervoso do inseto quando este tem contato ou ingere o produto causando paralisia e morte. Cada tablete do produto pode tratar até 200 litros de água, com ação residual de 60 dias, e só é usado em criadouros que não podem ser eliminados ou movidos, para evitar que se crie resistência no inseto contra a ação do produto, como ocorre no tratamento químico.

Existem outras opções de inseticidas fornecidas pelo Ministério da Saúde/Sesa. No entanto, não há estoque suficiente para todos os municípios do estado e alguns modelos, como o Cielo, possuem restrições ambientais devido sua aplicação afetar insetos polinizadores importantes como as abelhas.

Por isso, todos devem estar unidos no combate ao mosquito. Mantenha-se vigilante em sua residência ou ponto comercial para assegurar que não exista local ou recipiente com água parada. Caso encontre, elimine imediatamente o que for possível ou lave e guarde o que não precisa ser descartado.

Também não acumule materiais sem serventia, que possam servir de abrigo para animais sinantrópicos, ou deixe ração ou restos de comida para servir de fonte de alimento, pois na época de calor, também podem ser um risco à saúde.

Fique atento! Se aparecerem os sintomas das arboviroses, procure o serviço de saúde mais próximo de sua casa.

Fonte: Ascom- Prefeitura Municipal de Marechal Floriano | Arte: Elabore

Veja também

geral-22-02-agencia-Brasil

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

brasi-22-02-defesa-civil-RS

Bolsa Família antecipa pagamento para municípios do Espírito Santo e Rio Grande do Sul

policia-22-02-gov-es-drones

Drones ampliam a segurança nos complexos prisionais do Espírito Santo

brasil-22-02-freepik-estudante

Caixa anuncia concurso com mais de 4 mil vagas para todo o Brasil

geral-22-02-freepik-estudante

Fies Social financia até 100% de encargos para estudantes de famílias do CAD Único

esporte-22-02-gov-es

Paratleta capixaba representa o Brasil em Mundial de natação na Austrália

policia-21-02-pces

Polícia Civil prende em flagrante suspeito de homicídio em Conceição de Castelo

policia-21-02-mf

Bicicleta e moto são furtadas e um micro-ônibus é arrombado em bairro de Marechal Floriano