Ativistas escalam prédio do governo exigindo que Reino Unido se torne vegano

Publicado em 26/10/2021 às 12:21

Compartilhe

102119


source
Manifestantes escalaram o prédio do Departamento de Meio Ambiente, Alimentos e Assuntos Rurais
Divulgação/Animal Rebelion

Manifestantes escalaram o prédio do Departamento de Meio Ambiente, Alimentos e Assuntos Rurais

Manifestantes da organização Animal Rebellion, defensora dos direitos animais, escalaram neste terça-feira (26) um prédio do governo do Reino Unido, exigindo uma mudança nacional para uma dieta baseada em vegetais.

A própria organização divulgou em suas redes sociais, onde soma milhares de seguidores, o momento em que escalam e penduram faixas no prédio do Departamento de Meio Ambiente, Alimentos e Assuntos Rurais, em Westminster.

Na publicação, a Animal Rebellion exige posicionamento dos líderes mundiais na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 e cita a Amazônia.

“Carne e laticínios são uns dos principais produtores de gases que causam o efeito estufa, além de ser a causa de 90% do desmatamento na Amazônia. Os líderes mundiais na COP26 não podem falar sobre o cumprimento das metas climáticas sem abordar que nosso sistema alimentar está destruindo nosso planeta”, afirmam.

A Animal Rebellion afirma que pretende permanecer no prédio até que o primeiro-ministro Boris Johnson prometa cortar todo o apoio do contribuinte à pecuária.

Fonte: IG Mundo

Veja também

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

107939

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz Guedes

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

107935

Em relatório preliminar, deputado destina R$ 16,2 bilhões para orçamento secreto

107933

Nova proposta de reforma trabalhista quer proibir motoristas de app na CLT

107931

Pais de autor de massacre em escola de Michigan são presos

107929

Biden e Putin farão reunião sobre tensões na Ucrânia

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Brasileiros devem redobrar cuidados no verão contra câncer de pele