Associação de mulheres em Alto Paraju será reativada e faz planos para o futuro

Publicado em 21/08/2023 às 09:47

Compartilhe

associacao-de-mulheres

Há 32 anos, um grupo de mulheres de Alto Paraju se reunia para, apoiando-se mutuamente, desenvolver seus talentos na confecção de pães, bolos e biscoitos e artesanatos. Isso visava escapar do trabalho exaustivo ao lado de seus maridos na agricultura e das tarefas domésticas igualmente cansativas e solitárias. Surgia, assim uma cooperativa destinada a explorar o potencial empreendedor das mulheres rurais, que em 2008 se transformaria na Associação das Mulheres Esperança no Campo (AMEC).

Em 2014, a AMEC ganhou destaque na mídia estadual ao desenvolver uma receita de biscoito sem glúten, após vencer um processo licitatório para fornecer o alimento às escolas vinculadas à Secretaria de Educação do Estado (SEDU). A então presidente da associação, Maria Velten, relatou ter dedicado muito tempo e recursos em diversas tentativas de receitas à base de amido de milho (maisena). O grande desafio de Maria foi criar uma massa que resultasse em biscoitos consistentes, não esfarelando durante o transporte. Com a aprovação da receita, a AMEC passou a produzir oito mil quilos mensais de biscoito, tornando-o seu produto principal e impulsionando a renda das associadas e o fortalecimento da cooperativa.

Após anos de desenvolvimento e relevância na economia local, e de apoiar dezenas de mulheres em Alto Paraju, a AMEC enfrentou tempos difíceis. A associação perdeu força, e o protagonismo feminino deixou de ser sua característica marcante, passando a ser liderada por homens e ficando fechada por mais de dois anos.

NOVOS RUMOS – Recentemente, um projeto da EMEF Alto Paraju, em parceria com o programa Agrinho, do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-ES), liderado pela professora Marinete da Penha Vieira, desempenhou um papel crucial para reverter esse cenário. Em 2023, o Agrinho trouxe o tema “Criando conexões, fortalecendo o Agro!” para as escolas, enfocando o cooperativismo e o empreendedorismo na região rural. O prédio vazio da AMEC, situado em frente à escola, surgiu como um elemento de ligação para os estudantes, conectando-os a uma história interrompida, porém longe de acabar.

A inatividade da Associação de Mulheres causou incômodo entre professores, alunos e membros da comunidade local, que viam na organização um modelo de empreendedorismo bem-sucedido no passado. Além de sua jornada de conquistas femininas, a AMEC também dispõe de uma infraestrutura completa, mas agora inativa.

O edifício em bom estado e equipado para a produção de biscoitos, produtos de panificação, massas, equipamentos de costura e outros recursos para artesanato, bem como veículos próprios para transporte, permanecem parados. Foi desse sentimento de inquietação que a professora Marinete propôs que o tema do Agrinho explorasse a força feminina em ação, fortalecendo e melhorando a vida das mulheres no campo. Para reforçar ainda mais essa ideia, os professores e a equipe pedagógica da EMEF Alto Paraju abraçaram o projeto e colaboraram para o planejamento e a execução da recuperação da AMEC.

Ao unirem os esforços do corpo docente, alunos, mulheres, líderes locais e membros da comunidade, no último dia 7 foi realizada uma assembleia que estabeleceu a nova equipe diretoria da cooperativa, composta por 13 mulheres de Alto Paraju. Foram eleitas Maria Aparecida Elker da Costa como presidente, Maria Velten como vice-presidente (a criadora do famoso biscoito sem glúten), além de uma tesoureira e secretária.

APOIO DA PREFEITURA – Desde a retomada das atividades da AMEC, muitos acontecimentos marcaram o percurso. A ampla disseminação da história da associação na comunidade gerou um sentimento de pertencimento e despertou o interesse de representantes do setor público em contribuir com o sucesso dessa revitalização. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural desempenhou um papel na orientação das novas associadas, e diversas atividades já ocorreram na EMEF Alto Paraju como parte do projeto, agora com a associação recomeçando suas operações. Isso incluiu apresentações artísticas da APAE, pesquisas e análises do cenário econômico local realizadas pelos estudantes, além de uma oficina de biscoitos.

As expectativas em torno da recuperação da AMEC foram superadas e a realidade de Alto Paraju passa por transformações notáveis, com metas para o futuro pautadas no lema “Saber atuar para mudar o mundo”, começando localmente para inspirar outras comunidades com o poder das conexões e a determinação de cada indivíduo como agente do progresso coletivo.

No último dia 16, uma delegação composta pela vice-presidente da AMEC, o líder comunitário e vereador Marcos Simmer, a professora Marinete da Penha Vieira, o professor Rudley Boning, a diretora Claudina Maria Fischer, juntamente com os líderes estudantis Gustavo Simmer e Ariane Kill, esteve da Sede do município com duas agendas importantes.

Eles foram ao Fórum documentar e regularizar a nova diretoria e também participaram de uma reunião na Prefeitura. A comitiva foi recebida pelo prefeito Wanzete Krüger, pelo vice-prefeito Fabio Anselmo Trarbach, pelo secretário de Desenvolvimento Rural Rogério Manzoli, pelo secretário de Esportes e Lazer Jarbas Rocha e pela secretária de Educação Adenilde Stein, que ouviram atentamente as demandas apresentadas e suas prioridades; e receberam com grande satisfação as boas notícias.

Durante a conversa, foi discutido como a Prefeitura pode contribuir para manter o progresso alcançado até o momento, promovendo desenvolvimento, emprego e renda para as mulheres e toda a população beneficiada pela Associação das Mulheres Esperança no Campo.

Texto: Asscom/PMDM

Veja também

agro-28-05-ft-divulgacao-seag

Governador abre a colheita do café arábica em Marechal Floriano

WhatsApp-Image-2024-01-24-at-13.56.47-3

A comemoração dos 489 anos de Vila Velha teve show de inclusão e do Alemão do Forró

turismo-28-05-ft-divulgacao-setur

Projeto transforma Estrada de Ferro Leopoldina em polo turístico no Espírito Santo

mundo-27-05-ft-FRT-papa-guine

Mais de 2.000 foram soterrados em deslizamento em Papua-Nova Guiné

mat-paga-mundo-27-05

Dicas Infalíveis para Encontrar o Melhor Site de Poker: Uma Análise Profunda

politica-27-05-ft-Tania-Rego

Senado retoma debate de PEC que pode privatizar praias

brasil-27-05-ft-Rafa-Neddermeyer-alunos-enem

Inscrições para o Enem 2024 começam hoje

mat-paga-27-05-Sebrae

Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora: conheça os vencedores