Alunos do curso técnico em Agropecuária se capacitam no processamento de frutas para comercialização em Domingos Martins

Publicado em 29/12/2023 às 10:11

Compartilhe

incaper-29-12-2

No mês de dezembro, o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) organizou diferentes atividades para capacitação de alunos do curso técnico em Agropecuária da Escola Estadual Professora Aldy Soares Merçon Vargas, localizada no município de Conceição do Castelo.

A programação contou com dias intensos, com várias ações e, entre elas, um dia de campo sobre a cultura do morango em sistema semi-hidropônico. As atividades foram divididas em três momentos, ou chamadas estações: na primeira delas, a pesquisadora do Incaper Andréa Costa abordou sobre o manejo cultural em sistema semi-hidropônico; a segunda tratou do tema do manejo integrado de doenças e foi ministrada pelo pesquisador do Incaper, Hélcio Costa. Por fim, a terceira estação foi relacionada ao manejo integrado de pragas e foi explanada pela professora do curso Josimar de Souza Andrade.

Ao final das estações, foram entregues aos alunos livros, documentos e publicações do Incaper. Em seguida, eles participaram do curso “Produção de mudas de morango”, em que puderam conhecer como se faz o manejo cultural e fitossanitário da cultura.

No dia seguinte, os alunos participaram do curso “Processamento de frutas para comercialização”. Na programação, também foram debatidas as boas práticas no processamento para a comercialização da fruta, o processamento para compotas e doce cremoso de goiaba. Também foi falado sobre o processamento mínimo, da polpa e geleia de morangos. A ação aconteceu no Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Incaper (CPDI), em Domingos Martins.

“Essas atividades são importantes, pois visam treinar os alunos para o mercado de trabalho, tendo em vista que a região serrana é produtora de morango e muitos agricultores já estão trabalhando com o sistema semi-hidropônico”, frisou Andréa Costa.

“As atividades práticas contribuem para sedimentar o conhecimento teórico obtido em sala de aula. Além da prática, os alunos também receberam livros e outras publicações do Incaper, que, certamente, irão ajudar no dia a dia dos futuros técnicos. Estas publicações orientam de maneira simples o manejo cultural do morango e de outras culturas”, completou a professora Josimar Andrade.

“Conseguimos por em prática a teoria dada em sala de aula, no campo. Estou muito satisfeita com todos os esclarecimentos dos professores e também dos pesquisadores do Incaper”, contou Juniele Carla Paiva da Silva, aluna da escola. 

Para o aluno Lucas Teixeira Pereira, ir até o plantio, tocar, visualizar e conhecer todo o processo de cada cadeia produtiva, é revigorante. “Para produzirmos uma geléia de morango, por exemplo, compreendemos o quão importante é lavar bem as mãos durante a produção e todas as peculiaridades desse processo. Dessa forma, a gente consegue discutir com mais clareza o que aprendemos e a forma como vemos os alimentos e produtos no mercado, já prontos”, reforçou. 

Fonte/ Foto: Incaper

Veja também

cultura-18-04-ft-div-gov-es

Festival Santa Teresa Gourmet completa dez anos conectando público com gastronomia, música e cultura

geral-18-04-ft-negocio-rural

Fim de semana gelado em Vitória e mais 7 capitais brasileiras

brasil-18-04-ft-flipar

Mulher que levou idoso morto a banco passa por audiência de custódia

geral-18-04-freepik-dinheiro

Senado aprova isenção de IR para quem ganha até dois salários mínimos

turismo-18-04-ft-div-setur

Rota dos Sabores mostra a diversidade gastronômica do Espírito Santo

arte-e-cronica

Crônica: Quais suas prioridades?

policia-17-04-ft-policia-amb

Polícia Ambiental flagra atividades de terraplanagem sem licença ambiental na Região Serrana

brasil-17-04-ft-div-portal-ig

Ministério Publico apura se o PCC está infiltrado na saúde pública de São Paulo