Alerta máximo de chuvas intensas para municípios das montanhas até amanhã (02)

Publicado em 01/12/2022 às 20:19

Compartilhe

Aviso de chuva

Texto: Julio Huber

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, órgão pertencente ao Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Espírito Santo informou, por meio de um boletim extraordinário da Defesa Civil, que municípios capixabas estão com “alerta excepcional” para chuvas intensas, para a noite desta quinta-feira (1º) e o dia de amanhã (02).

De acordo com o boletim, para esta sexta-feira há “prováveis totais diários de chuva expressivos em trechos do Estado. Ocorre variação de nuvens no Estado, sendo que os períodos de céu encoberto podem ser maiores em relação ao dia anterior. Estão previstas chuvas e pancadas de chuva, provavelmente moderadas a fortes em vários trechos. O total diário de chuva deve ser elevado em alguns trechos, com maior probabilidade na Grande Vitória, centroleste/norte da Região Serrana e metade norte do Estado. Não se descarta alguma trovoada isolada”, destaca o aviso.

Persiste a probabilidade moderada para rajadas de vento de 50 a 60 km/h, acompanhando a chuva, em alguns trechos da faixa leste do Estado. Nas últimas 24 horas, o maior acumulado de chuva foi registrado no município de Fundão, com 225,8 milímetros, seguido de Viana (171,8 milímetros) e Ibiraçu, com 167,13. Em Santa Leopoldina foi registrado 151,61 milímetros e, em Domingos Martins, o acumulado nas últimas 24 horas foi de 96,02 milímetros.

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) emitiu um alerta de atenção com validade até o próximo domingo (04). O nível de atenção é “em virtude dos acumulados de chuva observados nos últimos dias no Espírito Santo e devido a manutenção das condições meteorológicas favoráveis para ocorrência de acumulados significativos de chuva pelo Estado”, informou o comunicado.

A BR-262 não tem interdição, até a noite de hoje. No quilômetro 298 da BR-101, em Viana, há interdição parcial da via, no sentido Sul, devido a alagamento provocado pelas chuvas intensas na região. Também há interdição parcial, no sentido Sul, no km 302,9.

Até a noite de hoje, 1.596 pessoas estavam desalojadas no Estado e 530 desabrigadas. Viana é o município com maior número de desalojados (869). Em seguida vem Santa Leopoldina (386) e João Neiva (108).

Veja também

brasil-14-06-ft-Rovena-Rosa

FAB encerra neste sábado recebimento de doações ao Rio Grande do Sul

esportes-14-06-ft-go-es

Paratleta capixaba conquista prata no World Series de natação na França

geral-14-06-ft-gov-es-arvore-fotovotaica

Parque Cultural Casa do Governador recebe árvore fotovoltaica

saude-14-06-ft-gov-es

Nova linhagem do Coronavírus foi detectada no Espírito Santo

policia-14-06-moto-roubada-mf

Motocicleta é furtada em Marechal Floriano e vítima diz que vai mudar de cidade

capa-coluna-vida-saudavel-2

Acidentes de trânsito, um problema de saúde pública

politica-14-06-ft-assessoria-Janete-de-Sa-Desportiva-Ferroviaria

Estádio da Desportiva Ferroviária poderá se tornar patrimônio cultural material do Estado

mundo-14-06-ft-Divulgacao-Queen-Elizabeth-Hospital-vacina-cancer

Vacinas contra o câncer estão em testes no Reino Unido