Alemanha doa cerca de R$ 1,1 bi para ações ambientais no Brasil

Publicado em 30/01/2023 às 16:47

Compartilhe

Alemanha-doa-cerca-de-R-11-bi-para-acoes-ambientais-no-Brasil

Imagem: Reprodução/redes sociais

A contribuição de 203 milhões de euros será dividida entre diferentes iniciativas, entre elas o apoio aos Yanomami

Nesta segunda-feira (30), os governos do Brasil e da Alemanha fizeram um anúncio conjunto para detalhar uma contribuição do país europeu no valor de 203 milhões de euros a serem investidos em ações ambientais.

O anúncio foi feito em Brasília, após um encontro entre a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e a ministra da Cooperação da Alemanha, Svenja Schulze.

Os 203 milhões de euros, que na cotação atual se aproximam de R$ 1,1 bilhão, serão divididos entre diferentes iniciativas. O Fundo Amazônia, do qual a Alemanha é uma das principais financiadoras, receberá 35 milhões de euros.

Cerca de 31 milhões de euros serão repassados aos estados da região da Amazônia para projetos de proteção e uso sustentável de florestas, alinhados com o Plano de Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia (PPCDAm).

O valor de 29,5 milhões de euros será investido num fundo garantidor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para que pequenas e médias empresas tomem empréstimos para iniciativas de eficiência energética na região.

O reflorestamento de áreas degradadas também será contemplado no aporte da Alemanha e receberá um empréstimo de 13,1 milhões de euros para pequenos agricultores utilizarem em projetos de reflorestamento de áreas degradadas.

O valor também inclui o crédito de 80 milhões de euros para que agricultores tomem empréstimos com juros reduzidos no Banco do Brasil para reflorestar suas terras.

Também será realizado o apoio de 9 milhões para dois projetos a serem feitos pela GIZ, empresa federal alemã que atua no Brasil na promoção do desenvolvimento sustentável.

A GIZ também prestará consultoria junto do Ministério de Minas e Energia no valor de 5,37 milhões de euros para um projeto de fomento de energias renováveis para descarbonização na indústria e no setor de transportes.

Ajuda aos Yanomami

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, aproveitou o anúncio do aporte para afirmar que o governo federal destinará recursos do Fundo Amazônia nas ações humanitárias ao povo Yanomami.

A grave crise de saúde tem provocado mortes de adultos e crianças devido à contaminação do leito dos rios por mercúrio e doenças como desnutrição e malária.

“Os recursos do Fundo Amazônia serão deslocados para ações emergenciais. Essas ações estão sendo tratadas em vários níveis, que envolvem: a questão da saúde; o tratamento ao problema da grave situação de fome, que está assolando as comunidades; a parte de segurança, para que essas pessoas possam ficar em suas comunidades, e isso tem a ver com operações de desintrusão do garimpo criminoso dentro dessas comunidades”, disse Marina Silva.

Fonte: Portal iG

Veja também

saude-16-04-ft-div-gov-es

Ciatox realiza mais de 10 mil atendimentos em um ano no Espírito Santo

geral-16-04-ft-gv-es

Escola de Cachoeiro de Itapemirim inicia projetos com robótica educacional

brasil-16-04-freepik

Professores universitários estão mobilizados no Rio para definir greve

geral-16-04-pmmf

Pavimentação de estradas avança em Marechal Floriano

geral-16-04-freepik-2

Começou o prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição do Enem

geral-16-04-freepik

Participantes do programa Pé-de-Meia têm direito à isenção no Enem

geral-15-04-ft-div-gov-es-1

Regional de Domingos Martins abre Jogos Escolares do Espírito Santo

WhatsApp-Image-2024-01-24-at-13.56.47-2

Todos somos seres humanos