Agricultores de Santa Leopoldina se organizam para iniciar processo de exportação de gengibre

Publicado em 12/06/2017 às 13:26

Compartilhe

Produtores de gengibre da região de Rio das Farinhas se reuniram na noite de quarta-feira (7) com representantes do Sebrae, Incaper, Agrocoop e da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, com o objetivo de iniciar o processo de certificação denominada Globalgap das propriedades produtoras. A certificação é um processo indispensável para a exportação dos produtos, uma vez que trabalha com boas práticas agrícolas, sendo esta uma tendência mundial no agronegócio.

Segundo o secretário municipal de Agricultura, Rodrigo Max Berger, após a certificação, há possibilidade de promover de forma mais incisiva a agricultura orgânica nestas propriedades, visto que a certificação internacional e a certificação orgânica seguem uma linha paralela de regras, que por vez se completam.

Devido ao grande potencial produtivo na região, os produtores ainda discutiram a possibilidade de se organizarem em cooperativa, o que fortaleceria a cadeia produtiva e o processo de comercialização. Segundo o técnico do escritório do Incaper de Santa Leopoldina, João Paulo Ramos, o município é o maior produtor de gengibre do Brasil.

Coordenador Municipal de Comunicação de St. Leopoldina
(27) 3266-1181/ 9 9812-9356

Veja também

fungo-se-adapta-ao-calor-corporal

Fungos estão se adaptando ao calor corporal, diz estudo

dia-de-sol-22-11-freepik

Veja a previsão do tempo de hoje (22/07/2024)

onda-de-calor

Ondas de calor e veranicos: Diferenças, impactos e cuidados

cafeicultura-sustentaavel

Cafeicultura sustentável torna Seguro Rural mais barato

exportacao-de-abacate

Capixaba exporta abacate para a Argentina

Programa-Retomada-de-Obras-da-Saude

Ministério facilita a entrega de documentação para o Programa Retomada de Obras da Saúde

producao-de-mudas-in-vitro

Saiba como é a produção de mudas in vitro

62-dos-navios-para-exportacao-de-cafe-registram-atrasos-em-junho

62% dos navios para exportação de café registram atrasos em junho