Governo do Estado entrega Rede Cuidar em Santa Teresa

A população capixaba passa a contar com mais uma unidade da Rede Cuidar, o novo modelo de atendimento integral à saúde que visa melhorar a qualidade de vida das pessoas, formando uma rede que está reorganizando o atendimento no sistema de saúde pública do Espírito Santo, desde a porta de entrada na unidade de saúde do município, passando pelas consultas e exames especializados, até a rede hospitalar.

A unidade de Santa Teresa é a segunda da Rede Cuidar entregue pelo Governo do Estado, em parceria com os municípios. A primeira, em Nova Venécia, na Região Norte, está em funcionamento desde setembro de 2017. Desde então, 11.014 pessoas foram atendidas na unidade e foram realizados 31.862 exames e consultas.

Ao todo, a população de oito municípios (Santa Teresa, Fundão, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Itaguaçu, Itarana, Laranja da Terra e São Roque do Canaã) será beneficiada com a unidade. Isso representa um total de 146.552 pessoas, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A Rede Cuidar em Santa Teresa começa a funcionar nesta segunda-feira (09).

Mais de 400 pessoas prestigiaram a solenidade, que contou com a presença do governador Paulo Hartung, do secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, dos oito prefeitos e secretários de saúde dos municípios atendidos na unidade; da equipe da secretaria de Estado da Saúde; entre outras autoridades.

Entre os benefícios para a população com a entrega desta unidade estão o atendimento mais próximo, evitando o deslocamento para a Grande Vitória; aumento da oferta de consultas e exames; redução do tempo de espera para consultas e exames; atendimento personalizado e humanizado; integração das equipes da atenção primária às equipes da atenção especializada, garantindo um atendimento multiprofissional capaz de resolver até 95% dos problemas de saúde da população em sua própria região.

Na unidade Cuidar, os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) poderão realizar consultas e a maioria dos exames no mesmo local, com uma equipe multiprofissional, e sairão do atendimento com um plano de cuidado que inclui orientações de nutrição, atividades físicas e uso de medicamentos, dentre outros, que será elaborado por um conjunto de especialistas (médico, enfermeiro, nutricionista, educador físico, assistente social, e outros) em função do caso de saúde de cada paciente. O acompanhamento da realização desse plano de cuidados será realizado pelas equipes das unidades básicas de saúde do município onde o paciente reside. Os serviços dos municípios e a unidade Cuidar irão interagir o tempo todo.

O governador Paulo Hartung destacou que a inauguração da Rede Cuidar em mais uma região é fruto de ação coletiva do Estado e dos municípios de Santa Teresa e do entorno. Paulo Hartung destacou que a Rede Cuidar é um projeto inovador que auxilia na estruturação da contraprestação de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). “Isso aqui é um novo conceito. Na linguagem que gosto de usar, é sair do quadradinho. Com ações como esta, estamos colocando de pé a criatividade e a inovação no serviço público. É uma ação para estruturar o SUS”, destacou.

“Estamos trazendo consultas especializadas e exames. Também vem junto o atendimento humanizado. Além disto, os moradores não irão mais precisar deslocar para Vitória para terem acesso a esse tipo de serviço. A Rede Cuidar melhora a contra prestação de serviços em Santa Teresa e região e, simultaneamente, na Grande Vitória”, explicou o governador.

Outra ação importante anunciada pelo governador é o serviço de autocuidado que será ofertado pela nova unidade. “Tempo é organização de agenda e é isso que vamos trabalhar nesta unidade inovadora de saúde difundido práticas saudáveis de saúde”, detalhou.

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, destacou que não se trata apenas da inauguração de um prédio, e pontuou que trata-se da chegada de um novo modelo de atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) na região. Ele ressaltou que o nome Rede Cuidar trata-se de uma nova maneira de cuidar da saúde das pessoas.

“Estamos comemorando hoje a implantação de um novo modelo de atendimento aos usuários do SUS nessa região. Não estamos apenas inaugurando um prédio. Estamos implantando um novo modelo de atendimento. Quero registrar meus agradecimentos a todos os prefeitos e secretários de saúde pelo apoio ao projeto. Sem esse apoio não teríamos chegado a esse momento. Essa unidade não é de Santa Teresa, é da região. As decisões sobre a Rede Cuidar nessa região serão tomadas pelos municípios participantes e pela Sesa", disse.

Segundo o secretário, a Rede Cuidar chega à região com a ampliação dos serviços hospitalares. Ele reforçou que é um projeto do SUS. “Ampliamos nossa contratualização com o Hospital Madre Regina Prottman para ofertar mais serviços à população dessa região, evitando o deslocamento pelas estradas em direção à Grande Vitória. Esse projeto, hoje, não tem dono. Ele é do SUS. Ele está sendo construído, diariamente, com a participação de milhares de pessoas, em cada unidade básica de saúde dos municípios, na unidade de cuidado integral à saúde da Região Norte, que já está em funcionamento, no processo de implantação de cada unidade de cuidado integral à saúde, nas reuniões mensais da CIR (Comissão Intergestores Regional), com a participação dos secretários municipais de saúde, e nas inúmeras reuniões da Sesa. Como podemos ver a Rede Cuidar é um projeto coletivo, construído em parceria com os municípios. Estamos realizando o sonho do SUS”, afirmou.

Governo do Estado entrega Rede Cuidar em Santa Teresa 2Consultas e Exames

A unidade Cuidar em Santa Teresa iniciará com capacidade para ofertar 74.450 procedimentos ambulatoriais, entre consultas e exames especializados, por ano, podendo ampliar estes serviços conforme necessidade identificada.

Serão oferecidas na unidade seis linhas de cuidado: Mulher e da Criança de Risco, incluindo a propedêutica (etapas iniciais) de câncer de mama e de colo de útero; Hipertensão e Diabetes de alto e muito alto risco; Ortopedia; Oftalmologia; Dermatologia (câncer de pele); e Cardiologia (risco cirúrgico). Essas linhas de cuidado foram definidas após um estudo de necessidades de atendimentos na região.

Serão realizados exames de ultrassonografias, mamografias, eletrocardiograma, teste ergométrico, ecocardiograma, Mapa, holter, fundoscopia, retinografia, laserterapia, doppler manual, radiológicos, ultrassonografias, tomografias, ceratometria, tonometria, retinografia, além de biópsias, exéreses, colposcopias e eletrocauterizações.

Linhas de Cuidado

- Saúde da mulher: Consultas (obstétricas, pediátricas, mastológicas, e ginecológicas), exames (ultrassonografias, mamografias, ecocardiogramas), procedimentos (biópisias, colposcopias, eletrocauterizações) e atendimentos de equipe multidisciplinar (assistente social, nutricionista, enfermagem, fisioterapeuta, técnico de enfermagem).

- Hipertenso e diabético: Consultas (cardiologia, angiologia, nefrologia, endocrinologia), exames (teste ergométrico, ecocardiograma, ECG, MAPA, HOLTER, fundoscopia, retinografia, laserterapia, doppler manual) e atendimentos de equipe multidisciplinar (assistente social, nutricionista, enfermagem, fisioterapeuta, técnico de enfermagem).

- Dermatologia: Consultas e rocedimentos (biópsias, exéreses).

- Traumato-ortopedia: Consultas, atendimentos ortopédicos com imobilização e exames (radiológicos, ultrassonografias, tomografias, etc).

- Oftalmologia: Consultas e exames (ceratometria, tonometria, retinografia, etc).

- Cardiologia: Consultas de cardiologia (pré-cirúrgico).

Para ser atendido na Rede Cuidar, o paciente deve ir até a Unidade de Saúde do seu município. Após avaliação, de acordo com a sua necessidade, será encaminhado para a Rede Cuidar.

Profissionais

Para atuar no local foram contratados 19 profissionais entre assistente social, enfermeiros, farmacêutico clínico, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo, técnico de enfermagem, enfermeiro pé diabético, funcionários de apoio administrativo, faturamento, recepção, almoxarife, porteiro e auxiliar de higienização.

Custo

O gasto para cada um dos municípios em 2018 corresponde a R$ 4,69 por munícipe. Já para o ano de 2019, a estimativa de valor por munícipe é de R$ 7,02. Este valor corresponde à metade do custo anual de R$ 2,27 milhões. A outra metade será custeada pelo Estado.

Rede Cuidar

Todas as regiões do Estado terão uma unidade da Rede cuidar. Além de Nova Venécia e Santa Teresa, os municípios de Linhares e Guaçuí também contarão com a Rede Cuidar, até o final deste ano. Para a implantação de cada unidade foram investidos aproximadamente R$ 5,3 milhões em obras e equipamentos, com recursos do BNDES.

Com a implantação das unidades, a estimativa é que 1 milhão de pessoas deixem de ser direcionadas para atendimento na Grande Vitória. A primeira unidade da Rede Cuidar no Estado foi inaugurada em Nova Venécia, em setembro do ano passado.

A gerência da unidade de cuidado integral à Saúde, a Rede Cuidar em Santa Teresa, será feita pelo Hospital Madre Regina Protman. Essa foi uma decisão dos gestores do SUS na região para garantir integração com o atendimento hospitalar.