Região Serrana tem redução de homicídios

A Região Serrana, uma das novas Regiões Integradas de Segurança Pública (RISP) do Espírito Santo, apresenta queda 14,7% nos homicídios no ano de 2018. A comparação é referente a 2017, no período de janeiro a julho. No último mês de julho, na região, houve um homicídio ao longo dos 31 dias.

O Estado do Espírito Santo registrou 69 homicídios no mês de julho deste ano e 60 municípios (77% das cidades capixabas) não tiveram nenhuma morte violenta ao longo desses 31 dias. Trata-se da menor quantidade de homicídios referente a esse período na série histórica (desde 1996). Há quatro meses, o Estado registra, consecutivamente, menos de 100 assassinatos.

A redução dos homicídios é de 23,7%, quando comparado ao mesmo período de janeiro a julho do ano passado. Com 669 assassinatos até 31 de julho de 2018, a taxa é a melhor da série histórica, desde 1996. Além disso, nos dias 27 e 29 do mês passado, não ocorreram assassinatos em todo o Estado.

Principal local de concentração populacional do Espírito Santo, a Grande Vitória tem apresentado queda de 22,7% nos homicídios. Nas demais Regiões Integradas da Segurança Pública, as reduções também têm sido verificadas.

A Região Norte, que recebeu a primeira reunião itinerante de monitoramento de dados da Segurança Pública, no último dia 27 de julho, contou com queda de 32,7% de mortes violentas neste ano, enquanto a Noroeste obteve redução de 33%. A região Sul se aproxima dos menores índices de assassinatos registrados nos últimos seis anos.

As quedas também têm sido verificadas nos índices de crimes contra o patrimônio. Dados fechados do primeiro semestre apontam que roubo a pessoa teve retrocesso de 29%, roubo em transporte coletivo caiu 31%, roubo em comércio regrediu 43% e furto/roubo de veículos apresentou retração de 26%.

As polícias, neste ano, têm apreendido mais armas, contabilizando 1.724 apreensões, e realizaram, até o momento, 1.287 operações de cumprimento de mandados.