E&L e Marechal Floriano se unem por polo de tecnologia na região serrana

Buscar uma nova frente econômica para gerar postos de trabalho e renda na região serrana na área de tecnologia e inovação. Foi com essa intenção que o empresário Estevão Holz, diretor geral do grupo E&L, esteve reunido para uma conversa geral sobre a viabilidade de um polo de tecnologia na região com o prefeito de Marechal Floriano, Cacau Lorenzoni (PP). Lorenzoni disse que o município está aberto e interessado em projetos, inclusive com incentivos fiscais e comodato de áreas para abrigar novos negócios.

A reunião, que aconteceu no gabinete do prefeito, partiu da constatação da oportunidade da região de encontrar uma nova matriz econômica que, juntamente com as atuais matrizes – agronegócio e agroturismo, possa abrir uma nova frente de desenvolvimento, capaz de gerar recursos para os municípios e renda e emprego para a população.

A existência do Grupo E&L Desenvolvimento de Softwares e Gestão Pública Integrada, cuja sede fica em Domingos Martins, pode ser vista como um indicador da vocação regional para abrigar projetos na área de Tecnologia da Informação. O Grupo E&L conta hoje com cerca de 330 colaboradores, a maior parte de moradores na região serrana, e quase 400 clientes em quatro estados brasileiros. O grupo atua ainda nas áreas de rastreamento, georreferenciamento e de provedor de internet.

Estevão Holz destacou a qualidade da mão de obra da região para atuar no setor. “Nos nossos processos de seleção para nossas empresas percebemos claramente a facilidade e vocação do morador da região para a área”, lembrou.

Holz acrescentou que há modelos de negócios que podem inspirar um projeto em Marechal Floriano. “Temos bons exemplos como o Porto Digital do Recife. Também a origem regional a partir de imigrantes alemães e italianos pode ser um facilitador para intercâmbio de tecnologias”, apontou.

De portas abertas

EeL e Marechal Floriano se unem por polo de tecnologia na regiao serrana 02Para o prefeito Cacau Lorenzoni são bem vindas iniciativas que promovam o desenvolvimento. “A população em geral e os jovens especificamente precisam de oportunidades, precisam de empregos. Sabemos que o setor de tecnologia gera empregos e oportunidades de qualidade, além de ser uma atividade limpa, de baixo impacto ambiental”, avaliou.

Lorenzoni disse que o município de Marechal Floriano está de portas abertas para parcerias. “Ainda mais com um grupo empresarial como a E&L, que é daqui e acreditou e segue investindo na região”, comentou.

O prefeito acrescentou que o município poderá estimular a instalação de um polo de tecnologia ofertando incentivos fiscais e, eventualmente, até área em regime de comodato para abrigar futuros empreendimentos.

Startups e Educação

Ainda durante a reunião, foi destacada a possibilidade de apoio a startups que se concentrem em soluções de conhecimento e inovações para os negócios já existentes na região, além do desenvolvimento de projetos novos e originais.

Outros pontos tocados foram sobre o papel estratégico da Educação na qualificação e no fortalecimento de uma cultura de tecnologia e na importância de também envolver o município de Domingos Martins em torno da ideia de um polo tecnológico.

A reunião aconteceu no último dia 5, e ficou acertado que os próximos passos serão a apresentação de um estudo por parte da E&L e um evento público, durante esse segundo semestre, para debater com a sociedade a viabilidade de um polo de tecnologia na região serrana.

Esse primeiro encontro foi intermediado pelo portal Montanhas Capixabas. O diretor comercial do portal, Evandro Albani, explicou como surgiu a ideia. “Entendemos que nosso papel dentro da nossa sociedade vai muito além de noticiar fatos e eventos. Estamos comprometidos com o desenvolvimento regional e com o fomento de novos negócios e oportunidades para nossos parceiros e, sobretudo, para nossa população”, afirmou Evandro Albani.

O diretor de jornalismo do portal Montanhas Capixabas, Julio Huber, reafirmou a importância de boas parcerias e do desenvolvimento da região. “Moramos em uma região privilegiada e temos um imenso potencial a ser desenvolvido, tanto na área turística, quanto na tecnológica e tantas outras. Queremos fazer parte desse desenvolvimento e sabemos da importância de projetos como este que está surgindo. Queremos fazer muito mais do que apenas informar”, completou Julio Huber.