Venda Nova é o primeiro município do Brasil a abrir conta em uma Cooperativa de Crédito

Venda Nova do Imigrante é o primeiro município brasileiro a abrir uma conta em uma agência de Cooperativa de Crédito, depois de entrar em vigor a Lei Complementar 161/2018 que permite aos municípios a manutenção da folha de pagamento de servidores, movimentação financeira e outras atividades em cooperativas.

Morador de Venda Nova e um dos principais defensores da proposta no Congresso, o deputado federal Evair de Melo (PV-ES) esteve presente na manhã desta segunda-feira (08), na agência do Sicoob ES, ao lado do prefeito Braz Delpupo. Desde 2015, primeiro ano de seu mandato, o parlamentar trabalhou para que o tema voltasse à discussão e fosse aprovado.

"Trabalhamos para tornar o Cooperativismo mais competitivo, respeitado e admirado pelo papel que desempenha na sociedade, por isso, todo o esforço para a aprovação e sanção, depois de realizarmos audiência, pronunciamentos e debates em Comissões", ressaltou Evair.

Braz Delpupo lembrou que o Município é o berço do cooperativismo no Espírito Santo e o gesto pioneiro de abertura da conta no Sicoob ES representa o início de uma relação que trará resultados positivos para a população. De acordo com dados da revista Finanças dos Municípios Capixabas, em 2016, o Município teve uma receita do total de R$ 57.8 milhões.

Além do prefeito e do deputado Evair de Melo, também estiveram presentes na assinatura, o vice-presidente do Sicoob Sul Serrano, Domingos Roberto Feitosa Perim, o diretor do Sicoob Central ES, Nailson Dalla Bernadina, e a diretora Executiva da Sicoob Sul Serrano, Tania Uliana Torres, e os secretários Municipais de Finanças, Rogério Dela Costa Garcia; e de Turismo, Esporte e Lazer, Marco Grillo.

Nailson Dalla Bernadina, disse que a abertura da primeira conta de prefeitura no Sicoob ES, no dia útil seguinte a publicação da Lei Complementar 161/2018, é um reconhecimento ao Cooperativismo Financeiro pela contribuição ao desenvolvimento das regiões onde atua. Para a diretora Tania Uliana Torres, com a nova Lei as instituições financeiras cooperativas vão ofertar todo o seu portfólio de produtos e serviços às Prefeituras e, principalmente, aos servidores municipais que poderão usufruir de custos financeiros atrativos e atendimento personalizado proporcionando maior proximidade entre o Poder Público e o Cooperativismo.

Sescoop

A Lei sancionada traz em seu texto a emenda proposta por Evair de Melo que autoriza as Cooperativas e os bancos controlados por elas a realizarem também a gestão das disponibilidades financeiras do Serviço Nacional do Cooperativismo (Sescoop).

Nailson, informou que o Sicoob ES está preparado para atender aos municípios e seus servidores e registrou o trabalho realizado pela Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), especialmente pela emenda proposta por Evair que resultou na autorização para que o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) também possa realizar a gestão de suas disponibilidades financeiras em cooperativas.