Jogos das escolinhas de futsal atraem famílias em Marechal Floriano

Os meninos da escolinha de futebol de salão de Marechal Floriano, da categoria 6 / 7 anos, começaram bem o dia esportivo neste sábado (07) no Ginásio de Esportes Paulo Antônio Lorenzoni, nesta cidade. A garotada florianense venceu por 6 x 2 a equipe da mesma categoria do Caratoira Escolinha de Futebol (CEF), de Vitória.

As partidas que acontecerão entre as equipes de Marechal Floriano e do CEF obedecerão a uma sequência pela idade e até as 13 horas deste sábado (07), deverá ocorrer o encerramento dos jogos do “Desafio do Futsal”. Segundo o diretor de Esportes de Marechal Floriano, Cláudio Lobo, as disputas sempre acontecem aos sábados.

Jogos das escolinhas de futsal atraem familias em Marechal Floriano 3Hoje (07), segundo ele, os jogos foram iniciados após as 9 horas. “Mas não comprometeu em nada porque o espetáculo do futebol infantil não determina o que o relógio marca e sim, o que os meninos fazem de proveitoso em quadra, deixando os pais trêmulos e incrédulos na arquibancada”, disse sorridente o diretor.

Para o professor Sidney, que funciona na coordenação da Diretoria de Esportes, é muito importante para o desenvolvimento do futsal infantil local a vinda todos os sábados de equipes da Grande Vitória para essas disputas. “Assim é que eles terão mais acessos às orientações em quadra”.

O técnico da equipe do CEF, Mateus Nascimento, disse que se sente honrado ao sair de Vitória e vir a Marechal Floriano. “Eles nos recepcionam nesta cidade com um excesso de carinho e educação, sempre foi assim e espero que este sistema tenha continuidade”.

Jogos das escolinhas de futsal atraem familias em Marechal Floriano 2

“Mas para comprovar que o esporte supera muitas coisas, reforçaremos neste sábado (07) a ideia e disputaremos no Ginásio de Esportes Paulo Antônio Lorenzoni, mais uma rodada do Desafio do Futsal contra o Caratoíra Escolinha de Futebol, de Vitória". A informação é do diretor de Esportes de Marechal Floriano, Cláudio Lobo.

O comerciante Dorinho Siqueira é pai de um pequeno atleta e não perde uma partida sequer, inclusive deixando o seu estabelecimento por conta da gerência. “Preciso estar sempre na arquibancada vendo o João Pedro aprontar, mas balançar a rede também, como ocorreu hoje, quando a equipe venceu bem”.

Frank Motoboy