GERAL POLÍTICA POLÍCIA TURISMO CULTURA AGRONEGÓCIO ESPORTE SAÚDE CLASSIFICADOS EVENTOS GUIA COMERCIAL
BUSCA   
ESCOLHA SUA CIDADE 01 DE NOVEMBRO DE 2014

 

Regional » Polícia

Regional, 30/05/2013

Moradores espancam e matam suspeito de estuprar e matar menina de 10 anos

 

Foto: Divulgação

 

Julio Huber


A população da localidade de Vila Maria e Castelinho, em Vargem Alta, perseguiram, espancaram e mataram um homem suspeito de estuprar e matar uma menina de 10 anos, que estava desaparecida desde o último domingo. Kevilin Souza teria saído de uma festa de aniversário, no bar da mãe, em Vila Maria, e disse que iria dormir na casa de uma colega, como sempre fazia.

No dia seguinte, a mãe da menina descobriu que ela não havia dormido na casa da colega e toda a família começou a procurar Kevilin. Na noite da última terça-feira (28), o proprietário de uma oficina, juntamente com um funcionário, encontrou o corpo da menina.

De acordo com a polícia, o corpo da criança tinha sinais de abuso sexual e estrangulamento. Segundo o delegado da cidade, José Rafael Machado, antes mesmo de ser capturado, o suspeito do crime Gilbercan Mezini, conhecido como Gil, 24, foi encontrado por populares no bairro Castelinho, a três quilômetros de onde a menina foi morta.

Gilbercan era funcionário da oficina mecânica e estava junto com o proprietário no momento em que o corpo da menina foi encontrado. Em seguida, ele fugiu. Assim que a população o identificou, ele foi perseguido, espancado e morto. Uma ambulância chegou ao local para socorrê-lo, mas a população furou os quatro pneus do veículo.

O corpo da menina foi enterrado na tarde de ontem (29), no cemitério da localidade de Taquarussu. O delegado responsável pelo caso disse que desde o momento em que o corpo da menina foi encontrado, a polícia começou a procurar o suspeito.

“Eu já tinha representado pela prisão temporária do acusado, mas ele infelizmente fugiu para uma comunidade e foi identificado por algumas pessoas, que o agrediram e mataram. Nós chegamos e o socorremos, mas ele morreu logo depois de dar entrada no hospital", contou.

Segundo o delegado, investigações iniciais apontam que o suspeito era de Minas Gerais e teria chegado a Vargem Alta há apenas dois meses. Moradores da localidade onde a menina morava ficaram desolados com a violência contra a menina.

 

 



 

mulher

30/05/2013
09h37

Concordo que o papel da policia seja esse...Mas, vamos nos colocar no lugar da mãe dessa criança, não tem dor maior... ainda tentaram socorre-lo. que absurdo.. so falta quererem prender quem linchou o cara....


Reportar abuso

dor

30/05/2013
12h26

ta dificil.sabe ainda ha quem diz que se a mae tivesse sido mais cuidadosa.concordo que nos dias atuais todo cuidado e pouco.mas o que fazer.a gente sabe como o dia adia e para todos.na maioria das vezes os pais deixam seus flho maiores irem a uma quadra de esportes ter algum lazer pois,oque eles podem ao longo do dia e estudar e em alguns casos ir pra roça ou cuidar em casa,e isso e rotina para muitos filhos.quando eles vao crecendo e ficando maiorzinhos,fazem seus coleguinhas na escola e naturalmente desejam ir a casa uns dos outros.ou a alguma festinha de aniversario de amiguinhos.quando ja adolecentes essas praticas sao ainda mais frequentes.afinal as crianças sao orientadas a se socializar pois os mais dizem que se vc se exclui vc pode entrar num estado de depressao e adoecer etc...quem de vcs que tem seu bom emprego que chega mais tarde e tem o previleggio de fazer uma academia a noite oufrquentar jantares de negocios ou que viaja muito a trabalho tem sempre a preocupaçao ou atençao total de levar seus filhos em todo lugar que ele quer ir.esses monstros estao em todo lugar ate mesmo dentro de casa.as vzs sao os proprios pais ou maes.e entao devemos vigia-los de que de quem.da pra adivinhar quem vai fazer tamanha covardia,a hora e o lugar.eles avizam antes.estamos vivendo num mundo onde sonhar em ser feliz e um erro,casar e um erro,viver existir e um erro,nascer foi erro.estamos nas maos de qualquer um.de quem nem sabemos.vc sai para trabalhar,perigo.vc sai pra estudar e ser um doutor dentista,entram no seu consultorio e te ateam fogo.vc tem so 30,00 na conta por que a vida ta cara pra muitos um vem sem te avizar te poem fogo.vc casa e ate um momento tudo vai bem mas derrepente seu companheiro(a) te esfaqueia.como saber pra fugir.


Reportar abuso

anônimo

31/05/2013
08h54

Vão prender a população agora? Não, não podem fazer isso. É certo que a justiça foi feita erradamente, mas como esperar mais justiça das autoridades?  As leis deste país precisam ser mudadas, as legislações penais também. Vidas estão sendo perdidas, os ladrões estão roubando sem medo de se esconder, estão tirando sarro da justiça, porque sabem que a lei é falha, que podem ir presos, passar alguns anos na cadeia comendo, dormindo, tomando banho de sol, recebendo visitas íntimas... e daqui alguns anos estão soltos na sociedade, podendo fazer tudo que faziam de novo. É certo que muitas pessoas saem da cadeia renovados, eu não duvido disso, mas e os que não saem renovados? Vão ficar soltos excluindo mais vidas? estamos a mercê dos bandidos que controlam a sociedade? É por isso que muitos fazem justiça com as próprias mãos, porque não aguentam a dor da perda, e porque não acreditam na justiça dos homens, na justiça brasileira.


Reportar abuso

juca

03/06/2013
08h33

Parabéns Vargem Alta, é assim que fazemos justiça, todos os estrupadores, assassinos, pedófilos merecem esse fim.


Reportar abuso

 

Casa é incendiada e vizinhos usam mangueiras e baldes para apagar o fogo

Pista lisa causa acidente na manhã desta quarta-feira (29) na BR-262

Ajudante de pedreiro morre em acidente com motocicleta

 





GERAL POLÍTICA POLÍCIA TURISMO CULTURA AGRONEGÓCIO ESPORTE SAÚDE CLASSIFICADOS EVENTOS GUIA COMERCIAL
BUSCA   
Termo de Uso | Política de Privacidade | Anúncios Publicitários | Contatos

© 2009 Montanhas Capixabas - Todos os direitos reservados