GERAL POLÍTICA POLÍCIA TURISMO CULTURA AGRONEGÓCIO ESPORTE SAÚDE CLASSIFICADOS EVENTOS GUIA COMERCIAL
BUSCA   
ESCOLHA SUA CIDADE 21 DE DEZEMBRO DE 2014

 

Afonso Cláudio » Política

Afonso Cláudio, 23/05/2013

Sessão de Câmara Municipal é marcada por polêmica e protesto

 

Foto: Kennedy Lenk

 

Kennedy Lenk


A sessão da Câmara Municipal de Afonso Cláudio, ocorrida na última segunda-feira (20), durou cerca de três horas. Ela foi marcada por troca de farpas entre alguns vereadores, causando descontentamento em muitas pessoas que estavam no plenário e em casa, acompanhando a transmissão através da Rádio Educadora. A mudança de horário da sessão foi outro assunto polêmico.

O primeiro a fazer uso da tribuna foi o vereador Luiz Temóteo (PSDB). Após apresentar algumas indicações ao poder legislativo, ele criticou o Partido dos Trabalhadores, afirmando que o PT é o partido do bolsa família, bolsa sapato e bolsa chinelo. Ele disse ainda que o PSDB no Brasil está articulando com outros partidos, para eleger Aécio Neves como Presidente.

Ainda em seu discurso, o vereador sugeriu ao presidente da casa de leis, Nilson Lopes, a doação dos veículos da Câmara para a Secretaria de Saúde, pedindo que todos os vereadores usem seus veículos para atender o povo. Desta forma, segundo ele, haveria economia para a Casa. A ideia dele é que os motoristas prestem serviço com os veículos para a prefeitura, recebendo pela câmara.

Autor do projeto que impede a reeleição do presidente da Câmara após dois anos, Luiz Temóteo, em outra sessão, já havia pedido o empenho dos colegas para votar no projeto que transfere as sessões que normalmente começam as 9h30, para as 17 horas. Após seu pronunciamento, o representante do PSDB na casa de leis deixou sua cadeira para atender a outro compromisso.

Nilton Luciano de Oliveira, o Marronzinho (PP), criticou o discurso do colega e discordou com a ideia da doação dos veículos ao poder executivo. Marronzinho ainda reclamou da falta de atenção de alguns pares e do poder executivo para com os mais necessitados, principalmente no que se refere à saúde. Marronzinho lembrou que um cidadão precisou recorrer à justiça para conseguir uma UTI móvel para levar um paciente em estado grave até um hospital de Vitória.

“No primeiro mandato podia tudo e agora não pode quase nada. Não é só Afonso Cláudio que passa por dificuldades financeiras, mas não vejo outro município deixando de produzir por conta da crise. Basta ter mais vontade de buscar recursos e unir forças a favor dos mais carentes. Não teremos as festas que trazem os turistas e que movimentam nosso comércio,” disse o vereador, que citou Laranja da Terra como exemplo positivo.

“Devo lembrar que Laranja da Terra realizou uma grande festa sem gastar muito dinheiro e o povo aprovou. O que falta são ideias e um comprometimento maior do legislativo e do executivo para com a sociedade,” afirmou Marronzinho, que antes de concluir seu pronunciamento, deixou claro que está sendo menosprezado por parte dos dois poderes.

A sessão, que começou as 10h10, só terminou às 13 horas, com um desfecho desagradável. O vereador Marronzinho disse que não busca religião e nunca compareceu em eventos religiosos para angariar votos, e sim quando o coração pedia. Nesse momento, Manuel Rafael Campos, o Paulistão (PSB), que é membro da Igreja Batista, pediu a parte.

“Quando o senhor perdeu as eleições da presidência da câmara, afirmou que passaria frequentar todos os eventos religiosos a partir daquela data. O senhor foi infeliz em insinuar que buscamos a igreja por votos. Talvez seja por isso que Deus não permitiu sua eleição”, ironizou Paulistão.

A repercussão desta sessão ultrapassou os limites da casa de leis e chegou até o programa Anderson Lenk, líder de audiência no horário, onde o povo manifestou indignação com o conteúdo apresentado naquela sessão. A Drª. Dalza Afonso Barbosa, uma conceituada advogada na cidade, se mostrou decepcionada com alguns vereadores.

“É inadmissível o que às vezes vemos e ouvimos. Quero deixar claro aqui que os vereadores não devem aceitar um representante do Legislativo que exerça outros cargos efetivos. Vereador deve estar à disposição do povo 24 horas por dia. Esse negócio de mudar o horário de sessão é exclusivamente de interesse pessoal e não pensando no povo. O Ministério Público deve investigar esta situação que ocorre na câmara”, esbravejou Dalza.

 

 



 

iludido

23/05/2013
16h43

A JENTE FICA ESPERANDO BOAS PROPOSTAS DOS POLÍTICOS E TEMOS QUE AGUENTAR VEREADORES SEM IDEIAS E AGINDO COM INTERESSE PRÓPRIO. ISSO É POLÍTICA. dR. LUIZ PORQUE ASSESSOR DE VITÓRIA, SE TEMOS JENTE COMPETENTE AQUI E QUE PRECISA? ESTA CAMARA ESTÁ ME SAINDO MUITO MAL NESTE INÍCIO DE TRABALHO E COISAS ERRADAS TEM QUE SER DENUNCIADA. PARABENS DR. DALZA


Reportar abuso

Lua

23/05/2013
17h29

Vereadores que anos antes estava no poder e hoje não esta mais esta se que não tem poder mais na política. Então deveria ajudar que voto nele pra mostrar que mesmo sem o tão cobiçado poder não faz diferença. E o outro vereador se líder do prefeito também já está usando seus meios para no futuro ser o prefeito da cidade. Então o povo não quer ver roupa suja sendo lavada nas sessões eles tem que fazer jus em seus votos que tiveram. Mas que todos usaram religiões para se eleger isso foi, mas isso aconteceu com todos sem excessões  até mesmo quem não foi eleito. A mudança de horário eu prefiro pois tenho meus afazeres no horário atual. E se for à noite fica mais viável para mim e para os pessoas que querem participar ou seja mais democrático. Não é para ajudar vereador nenhum e se for verdade o que a advogada falou que isso seja visto pelo ministério público.


Reportar abuso

Afonso

23/05/2013
20h32

È lamentavel nossa população de afonsoclaudense ter que presenciar e viver tudo isso em nossa cidade, ao invés destes vereadores ficarem brigando porque não mostren seus serviços pois que eu sei o vereador tem a obrigação de fiscalizar apresentar projetos e isso nem todos estão fazendo,alias estão fazendo sim cuidando de seus porprios negocios trabalhando em outros empregos,população acorda onde vamos parar????


Reportar abuso

IVO

23/05/2013
20h39

O MINISTERIO PUBLICO TEM MESMO QUE INVESTIGAR POIS SE ELES SE ELEGERAM FOI PORQUE ALGUM BOBO ACREDITOU QUE ELES FOSSEM FAZER ALGUMA COISA,AGORA ELES NÃO PODEM FICAR CUIDANDO DE SEUS PROPRIOS NEGOCIOS E NEM MESMO TRABALHANDO EM OUTRA PROFISSÃO SE NA VERDADE O DEVER DELE É FISCALIZAR E MOSTRAR PROJETOS PARA A POPULÇAO.


Reportar abuso

joao ninguem

23/05/2013
22h36

Na  minha opinião seria melhor a noite a seção pois quem trabalha teria como assistir, o problema e que muitos criticas mas só pra olhar pro próprio embigo pois cada um quer puxar pro seu lado, Dr Luiz outros empregos radio Educadora perda do contrato pois tem  que transmitir a voz do brasil Anderson Lenk briga politica e povo mesmo fica no meio


Reportar abuso

é pra ingles vê

24/05/2013
12h27

decepcionante em relação esta politicas cheia de macetes no brasil e quem sofre mesmo com tudo é o eleitor, mais acho que o horário das sessões da câmara deveria mudar pois ai a população poderia ouvir e revindicar em cima das propostas e debatas propostos pelos vereadores pois no horário comercial todos estamos bem sobrecarregados com nossos afazeres.. por favor senhores comprem pelo mesmo óleo de peroba quando falarem que se preocupam com a sociedade..... 


Reportar abuso

Justice

24/05/2013
13h35

O que vemos nessas sessões da câmara é um conflito de interesses por parte dos nossos ilustres vereadores. Ao invés de criar projetos e leis para o benefício do nosso município, nada disso foi feito ou será feito. E ao que me parece a sessão era justamente para tal fim. Já era de se esperar esse tipo de coisa, o que tende a piorar daqui pra frente, já que, alguns vereadores irão se candidatar a prefeito na próxima eleição. Esse é só o começo meu povo, aguardem e verão a inércia que será esse mandato por parte dos vereadores.


Reportar abuso

chicão

25/05/2013
06h29

É TRISTE, É SO POLITICAGEM, E AS PROMESSAS, NA SAÚDE, TELEFONIA E OUTROS, ESSES VEREADORES FIZRAM PROMESSAS QUE NEM O PREFEITO SERIA CAPAZ DE COMPRIR, A SESSÃO ESTÁ VERGONHOSA, DISCURSOS SEM NENHUM FUNDAMENTO, CUIDADO COM AS ABOBRINHAS, OS 4 ANOS ESTÃO PASSANDO KKKK, JÁ SE FORAM A METADE DE 2013.


Reportar abuso

cascudo

26/05/2013
10h31

Um presidente que só assiste e outros vereadores que até o momento não acrescentaram em nada ao Poder Executivo estão trabalhando da mesma forma que o executivo, ou seja, não estão fazendo nada. Ninguém merece um vereador como paulistão, Luiz, e Tosta. Como diz a Dr. Dalza, inércia, odo mundo parado. E o povo, onde fica nessa história? Ouvi uma entrevista do Luiz, onde ele disse que vai criar um projeto para fechar os bares as 23 horas. Dr. se não tem o que fazer, vai dormir. 


Reportar abuso

Envergonhado

26/05/2013
14h30

Doutor Luiz se preocupe em cumprir o que você pregou nos lares e no palanque, onde você se comprometeu em trazer saúde de primeiro mundo para o município. Muito além do que os nossos cofres públicos tem condição de oferecer, aonde esta esta saúde? Nas filas intermináveis do posto, na falta de vagas nos carros para Vitória ou no atendimento crônico do Hospital São Vicente? Aos vereadores do interior que tanto lutaram para representar o mesmo, se preocupem com as estradas. Ao presidente busque ler mais as leis e procure abrir a boca. Alerta povo!


Reportar abuso

 

Serviços do Detran são prejudicados em Santa Maria de Jetibá

Prefeito vai a Brasília solicitar recursos para construção de muro

Governo reforça agricultura de Domingos Martins e Santa Maria de Jetibá

 





GERAL POLÍTICA POLÍCIA TURISMO CULTURA AGRONEGÓCIO ESPORTE SAÚDE CLASSIFICADOS EVENTOS GUIA COMERCIAL
BUSCA   
Termo de Uso | Política de Privacidade | Anúncios Publicitários | Contatos

© 2009 Montanhas Capixabas - Todos os direitos reservados